No Mundo dos Quadrinhos #1 - Inescrito: Tommy Taylor e a Identidade Falsa

10 fevereiro 2016

Título: O Inescrito - Tommy Taylor e a Identidade Secreta
Titulo original: The Unwritten Tommy Taylor and the Bogus Identity
Autores: Mike Carey e Peter Gross
Editora: Vertigo/Panini
Ano de publicação: 2009
Ano de publicação no Brasil: 2012
Páginas: 148
Para saber mais: Skoob
Sinopse: Tommy Taylor é o personagem principal de uma série de literatura fantástica que virou um fenômeno cultural. Fãs se reúnem em convenções para celebrar essa história mágica e renovar as esperanças de que seu autor desaparecido, Wilson Taylor, algum dia volte para escrever a derradeira aventura. Mas Wilson deixou outra herança além de Tommy: Tom Taylor, seu filho agora abandonado e que serviu como inspiração para o personagem. Venerado por ter sido a inspiração para o garoto-mago, Tom frequenta os encontros de fãs como uma lenda literária viva. Mas sua história está prestes a cruzar os limiares da ficção! Estranhos paralelos mortíferos entre a vida de Tom e Tommy o arrastam para um estranho submundo literário no qual o poder de uma narrativa é tão forte quanto o de um feitiço! Mike Carey e Peter Gross, os aclamados criadores de Lúcifer, somam forças para revelar O Inescrito, uma ousada nova série sobre o universo das palavras, as palavras do universo e a linha tênue que separa as duas coisas.



Sobre a HQ

Esse primeiro volume é dividido em quatro episódios e apresenta Tom. Seu pai é um escritor muito famoso. Tommy Taylor, o personagem principal de seus livros, foi inspirado no filho. Mas faz anos que o escritor está desaparecido. Com isso, seu filho Tom vive em eventos para divulgar e falar sobre os livros do pai. 

Tom está em uma convenção respondendo a perguntas dos fãs, quando uma repórter diz ter provas de que Tom, na verdade, não é filho de Wilson. E questiona se o garoto não sabia desse fato.

Tom volta para a antiga casa do pai, a fim de descobrir alguma coisa. A partir daí, uma série de situações estranhas mostrarão a ele que o sumiço do pai vai mais além do que ele imaginava, e que sua vida está estranhamente ligada com a de Tommy Taylor.


Minha opinião

Não estou acostumada a ler HQs, mas foi um bom começo. A leitura é bem rápida, mesmo eu parando algumas vezes para pensar nos acontecimentos e nas referências feitas.

A primeira coisa que reparei são as dezenas de referências a livros e escritores. Com certeza, deixei passar alguma coisa. Tem desde citações de livros a de lugares em que obras foram escritas, como Frankestein, de Mary Shelley. O ritmo da trama prende o leitor e mescla personagens completamente inventados com fatos literários.

Após a conclusão, há mais uma história: Como a baleia veio a ser, uma história curta protagonizada pelo escritor Rudyard Kipling, com direito a participação até de Oscar Wilde. Agora surge o problema: não entendi o que isso tem a ver com a história, se é que tem que ter alguma coisa.

O mais interessante é que a saga foi inspirada em Harry Potter. A série trata de temas relacionados com a fama, celebridade, e a relação entre a ficção e a consciência humana.

Não consegui entender o Tom. Acho que é pelo fato de que ele está mais perdido do que eu na história toda, hahahaha. Espero descobrir mais na próxima jornada. 



Nenhum comentário

Postar um comentário

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!