Resenha: Dama da Meia-Noite - Cassandra Clare

08 julho 2016


Título: Dama da Meia-Noite
Série: Os Artifícios das Trevas #1
Título Original: Lady Midnight (The Dark Artifices #1)
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Ano: 2016
Páginas: 574
Para saber mais:  Skoob
Postada originalmente por mim no Livrologias.
Sinopse: Em um mundo secreto onde guerreiros meio-anjo juraram lutar contra demônios, parabatai é uma palavra sagrada. O parabatai é o seu parceiro na batalha. O parabatai é seu melhor amigo. Parabatai pode ser tudo para o outro mas eles nunca podem se apaixonar. Emma Carstairs é uma Caçadora de Sombras, uma em uma longa linhagem de Caçadores de Sombras encarregados de protegerem o mundo de demônios. Com seu parabatai Julian Blackthorn, ela patrulha as ruas de uma Los Angeles escondida onde os vampiros fazem festa na Sunset Strip, e fadas estão à beira de uma guerra aberta com os Caçadores de Sombras. Quando corpos de seres humanos e fadas começam a aparecer mortos da mesma forma que os pais de Emma foram assassinados anos atrás, uma aliança é formada. Esta é a chance de Emma de vingança e a possibilidade de Julian ter de volta seu meio-irmão fada, Mark, que foi sequestrado há cinco anos. Tudo que Emma, Mark e Julian tem a fazer é resolver os assassinatos dentro de duas semanas antes que o assassino coloque eles na mira. Suas buscas levam Emma de cavernas no mar cheias de magia para uma loteria sombria onde a morte é dispensada. Enquanto ela vai descobrindo seu passado, ela começa a confrontar os segredos do presente: O que Julian vem escondendo dela todos esses anos? Por que a Lei Shadowhunter proíbe parabatais de se apaixonarem? Quem realmente matou seus pais e ela pode suportar saber a verdade?A magia e aventura das Crônicas dos Caçadres de Sombras tem capturado a imaginação de milhões de leitores em todo o mundo. Apaixone-se com Emma e seus amigos neste emocionante e de cortar o coração no volume que pretende deliciar tantos novos leitores como os fãs de longa data.


Dama da Meia Noite é o primeiro livro da série Artifícios das Trevas, da mesma autora da série Instrumentos Mortais e da trilogia Peças Infernais, Cassandra Clare. A história do livro se passa 5 anos após o término de Cidade do Fogo Celestial. Essa nova série é independente, então não precisamos ler os livros da saga instrumentos mortais para compreender o enredo.

Sobre o Livro

Há cinco anos, a Guerra Maligna matou os pais de Emma. Desde então ela vive no Instituto de Los Angeles com a família de Julian Blackthorn, seu parabatai. Juntos são uma dupla perfeita de caçadores de sombras inseparáveis.

Emma não está convencida de que seus pais foram mortos por Sebastian Morgenstern. Portanto, ela vem há anos investigando a misteriosa morte deles.
Quando uma série de assassinatos acontece na cidade, Emma vê a oportunidade de enfim descobrir a verdade. Isso porque os corpos encontrados estavam com as mesmas marcas que seus pais tinham nos corpos quando foram encontrados mortos.

Emma e seus amigos descobrem que alguns dos mortos eram fadas. Logo, seres fadas aparecem no instituto, pedindo ajuda para achar o assassino. Além disso, eles já descobriram o significado de uma das frases, que são escritas em uma língua muito antiga, que estavam escritas nos corpos das vítimas.

Arthur, diretor do instituto, vê-se contra a parede já que após a Guerra Maligna foi estabelecido o acordo da Paz Fria no qual Caçadores de Sombra não podem mais ter contato, muito menos ajudar o povo das fadas. Além disso, eles apresentam um bom argumento para ter a ajuda solicitada. Em troca, devolveriam Mark.


Mark Blacktorn, irmão mais velho de Julian, tornou-se prisioneiro da Caçada Selvagem logo após o término da Guerra Maligna. O surgimento inesperado de Mark mexe com todos, e o acordo é feito.

Assim, Emma e seus amigos do instituto iniciam a busca pelo assassino. Com muitas lutas e rituais de magia, somos levados em uma investigação imprevisível e cheia de mistério.

Minha opinião

Essa primeira edição vem com capa holográfica, o que deixou a capa ainda mais bonita. A contracapa traz o mapa de Los Angeles, que é onde a história acontece. Eu adoro mapas, traz uma dimensão do mundo que estamos inseridos. As folhas são amareladas, a letra e o espaçamento são um pouco pequenos, mas nada que prejudique a leitura. O livro é bem extenso são 574 páginas, divididas em 27 capítulos mais prólogo e epílogo.

Essa edição de colecionar traz, nas últimas páginas do livro, uma nota da autora e um capitulo extra de instrumentos mortais. Esse, eu achei melhor não ler, então deixei para depois que concluir a leitura da série de Clary e Jace.

Conhecemos muitos personagens, e todos tem um papel significativo, mesmo que pequeno, para o andamento de tudo que acontece no livro. Tive vontade de saber mais sobre alguns personagens, espero ver um desenvolvimento maior deles nos próximos livros. Emma é muito determinada, corajosa e carismática, facilmente gostamos dela. Não concordei com algumas de suas atitudes, mas acredito que ela amadurecerá. Julian é super responsável, dedicado e paciente. Tudo isso devido ao fato de que desde a Guerra Maligna, com a morte dos pais e o isolamento dos dois irmãos mais velhos, ele que cuida de seus irmãos menores, fazendo papel de pai.

Todo o mistério que envolve a trama principal foi bem desenvolvido. Aliado a isso, teremos uma outra problemática: O relacionamento dos nossos protagonistas, Emma e Julian, parece estar mais intenso do que o normal, no entanto é extremamente proibido parabatais se envolverem romanticamente. Já viu tudo né?!


Cristina é uma amigona para todas as horas, mas senti um ar de mistério na história dela. Mark é lindo, galante e misterioso. O tempo todo fica na dúvida de qual seria seu lugar no mundo. Adorei ele, meu personagem favorito!

Além desses, personagens da última série da autora também marcam presença. Assim, acabei conhecendo um pouco sobre eles também.

Com uma narrativa em terceira pessoa, intensa e envolvente, a leitura foi ótima, porém lenta. Demorei um pouco para engrenar a leitura, mas ache meu tempo satisfatório.

A autora conseguiu explicar todos os fatos anteriores e tudo relacionado com o mundo dos caçadores das sombras. Acho que pessoas como eu, que não leram os anteriores não ficarão com falta de informações. É claro que se queremos aprofundarmo-nos mais, teremos que ler a série instrumentos mortais.

Clary e Jace são citados o tempo todo! Posso dizer que isso me incomodou um pouco. Em alguns momentos fiquei com a impressão de que não era necessário fazer menção a esses personagens, pois o momento não era adequado. Claro que eles são primordiais para o andamento da trama, mas agora o enfoque principal é de Julian e de Emma. Cassandra precisa colocar um fim na história desse casal que foi tão importante para ela e para milhares de leitores e mostrar que Emma e Julian também vieram para ficar!

Nunca tinha lido nada da autora, contudo acho que comecei muito bem. Gostei muito do livro e do mundo criado pela autora, estou ansiosa pelo segundo. Fiquei bem curiosa quanto a algumas coisas que foram citadas no livro, e isso despertou uma vontade de começar a ler a série Os Instrumentos Mortais.

Recomendo o livro para quem não conhece a escrita da Cassandra ou os Caçadores de Sombras e para quem obviamente já conhece a autora ou já leu outros livros dela!

“A lei é dura, mas é a lei”.

12 comentários

  1. Oiii,
    Eu estive no lançamento deste livri mas confesso que não me atrai o pela leitura nem por essa história. Já tentei uma vez mas não fluiu.
    Mas sua resenha esta ótima. Parabéns pelo trabalho.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Eu gostei muito da obra, achei que a escritora da autora amadureceu muito além de que eu já estava com saudades dos caçadores de sombras. Me surpreendi com o final e agora já estou ansiosa para o próximo volume.

    Abraços
    oblogcaentrenos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Eu sou fã de um bom suspense. Serio, sou viciada em coisas que sempre há algo ser desvendado. Eu já conhecia esse livro, ouvir falar várias vezes também. Espero poder lê-lo em breve. Tua resenha ficou muito boa, entendi perfeitamente!

    Oxente, Leitora!

    ResponderExcluir
  4. O que dizer da Cassanda Clare, para mim não existe nenhum livro dela ruim. Ainda não li esse livro, mas estou doido para começar mais uma séries da escritora. Sua resenha me deixou com vontade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  5. Olá Leticia, sua resenha está ótima, sempre tive vontade de ler algo da Cassandra Clare, mas ainda não tive oportunidade. Essa edição de Dama da meia noite está muito interessante, preciso ler. Bjkas

    ResponderExcluir
  6. Oiii

    Esse foi uma das melhores leituras que fiz esse ano. Amo o jeito como a cassandra clare consegue envolver os leitores depois de tantos livros no memso mundo. Juliam e Emma são otimos juntos e estou bem ansiosa pela continuação. Amei tudo que destacou na resenha, e poxa como assim você não curtiu citarem a Clare e o Jace, amei de mais, assim como todos os outros personagens kkkkkkk.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/2016/07/resenha-minha-julieta-por-leisa-rayven.html

    ResponderExcluir
  7. Ai meu deus, eu preciso tanto desse livro que chega ser desesperador ler uma resenha dele. Mas assim, curti muito sua resenha. Uma pena que não tenha sido 5 estrelas pra ti, mas ainda bem que tu ainda sim gostou.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Leticia! Tudo bem?

    Eu tenho muita curiosidade para saber como é a escrita da autora, mas, confesso que as outras séries publicadas pela Cassandra não me chamaram a atenção. Fiquei contente em saber que se trata do primeiro livro de uma nova série, assim fico mais empolgada em ler!! Mas quando vi que se passa cinco anos depois do último livro da outra série logo desanimei. Mas daí você veio e disse que dá pra ler o livro independente disso! hahaha Ou seja, já quero. E esse lance de citar um casal do outro livro me passa a mesma sensação que você teve. É preciso "closure" né non?!

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem? Sempre ouço falar muito dessa autora mas confesso que não li nenhum de seus livros. Ela tem muitos fãs no Brasil então acredito que sua escrita deva ser cativante. Sua resenha foi muito bem escrita, gostei muito, mesmo não sendo o meu tipo de livro favorito. Ótima indicação. Beijos, Érika ^-^

    ResponderExcluir
  10. Oiii Leticia, como vai?
    Infelizmente eu já conheço a escrita dessa autora e de certo modo não desperta muito meu interesse, mas fico imensamente feliz que tenha gostado. Parabéns pela resenha e fotos lindas, pularei a dica.
    Beijinhos <3

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Tenho um pé atrás nos livros da Cassandra por conta de não ter gostado do livro cidade dos ossos. E acho muito legal quando os autores fazem um livro independente de uma série por mais que tenham a mesma temática.
    Gostei muito da sua resenha!
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  12. Mesmo sendo independente sinto que preciso ler primeiro a série Instrumentos Mortais e da trilogia Peças Infernais para me familiarizar com os personagens. Li apenas os dois primeiros, depois as coisas ficaram enroladas e parei de ler a série. Maaaaas, pretendo voltar, muito breve.
    Ótima resenha
    Abs
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem-vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!