Resenha #54 - Como eu era antes de você - Jojo Moyes

28 setembro 2016

Título: Como eu era antes de você
Título original: Me Before You
Série: Como eu era antes de você #1 
Autora: Jojo Moyes 
Editora: Intrínseca
Ano: 2013
Páginas: 320
Para saber mais: Skoob
Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário. Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.


Peguei para ler o livro “Como eu era antes de você” depois de chorar assistindo ao trailer do filme. Não queria ir ao cinema sem ter lido a história antes. Foi uma decisão ótima, pois acho que aproveitei mais o filme.
A crítica do filme já está no blog, aqui

Sobre o livro

Louisa Clark tem 26 anos, trabalha em uma cafeteria, mora com os pais e namora Patrick há sete anos. Tudo parece estar tranquilo em sua vida, até que um belo dia, o café em que trabalha como garçonete fecha e Clark perde o emprego. Lou tenta de todas as maneiras achar um novo trabalho, já que parte do sustento da casa vem do trabalho dela, mas nada lhe agrada.

Sente-se sem opções, quando a vaga de cuidadora de um tetraplégico aparece. Não é bem o que ela queria, mas o emprego paga bem e o contrato e de apenas 6 meses. Quando chega na mansão onde vai trabalhar, Louisa conhece Will. Will, tem 35 anos, era empresário, trabalhava em Londres e praticava muitos esportes até o dia que foi atropelado por uma moto enquanto atravessava a rua, ficando tetraplégico. Faz dois anos que Will está preso a uma cadeira de rodas, o que o tornou uma pessoa infeliz e mal-humorada.

Louisa vai aprender a lidar com as dificuldades da profissão e com próprio mal humor de Will. No decorrer da história, veremos o crescimento de uma relação de amizade e seremos muitas vezes questionados sobre aspectos importantes na vida dos tetraplégicos. 


Capa, edição e narrativa

A capa do livro segue a mesma linha que a editora intrínseca vem adotando para os livros da autora. Eu gosto muito. O livro tem 318 páginas com letras miúdas, mas nem percebemos, pois a escrita da Jojo é ótima e envolvente; a leitura flui bem rápida. 

A narrativa é em primeira pessoa, pelo ponto de vista da Louisa, dividida em prólogo, 27 capítulos e o epílogo. O prólogo é essencial para a melhor compreensão da história de Will e o epílogo me fez chorar como criança.

Minha opinião

Lou é uma figura incrível, engraçada, atrapalhada, dedicada e, acima de tudo, inocente. Me senti muito ligada à personagem enquanto lia. Will é arrogante e fechado, porém engraçado em alguns momentos. Até ele, que é o mau-humor em pessoas, rende-se aos encantos de Louisa. Muito bonito ver as diferentes preocupações que eles têm um com o outro.

Um personagem secundário que merece destaque é Patrick. Adorei todos os momentos que ele apareceu e o modo como ele lidava com as situações. Às vezes despreocupado, às vezes preocupado demais. Camilla Traynor, mãe de Will, não despertou minha simpatia. Tive impressão de que ela não estava preocupada com o estado do filho. Mas isso pode ser um tipo de defesa, já que a relação dos dois não era das melhores.

“Estou lhe dando isso porque poucas coisas ainda me fazem feliz, e você é uma delas”.

Percebi o cuidado da Jojo em mostrar o lado dos deficientes físicos, suas preocupações, dificuldades e angústias. A autora mostra tudo com muita sensibilidade: situações, que aos nossos olhos parecem ser simples, são de grande dificuldade para quem está em uma cadeira de rodas. Impossível não refletir sobre o tema. Além disso, o livro aborda um tema muito maior, o direito de escolha, mesmo que essa não seja nada fácil!

Fiquei tão imersa à história que consegui compreender as atitudes de Will. Com tudo que ele era e fazia antes do acidente é quase impossível para ele aceitar a condição de tetraplégico. Em nenhum momento duvidei do sofrimento do personagem, e no final até compreendi a escolha feita por ele.

Fiquei encantada e apaixonada pela história. Um livro incrível e sensível, praticamente impossível não se emocionar.

A autora escreveu uma continuação, Depois de Você, que já foi publicado pela intrínseca. Eu ganhei o livro de presente, mas vou esperar um tempo antes de ler, pois não quero me decepcionar. 

“Apenas viva bem. Apenas viva!”


5 comentários

  1. Olá,
    Devo dizer que também adorei quando fiz a leitura e depois assisti ao filme, acho que aproveitei mais também.
    Clark é uma personagem cativante com seu jeito desastrado e único de ser. Ver ela dobrando Will com seu mal humor é o melhor no livro e saber que ela lhe proporcionou momentos agradáveis antes de cumprir com sua decisão me deixou muito emocionada.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu amei esse livro, ri, me zanguei, emocionei e chorei demais em uma cena específica. Não senti o mesmo efeito ni filme, mas ainda assim gostei dele. Eu indico demais essa obra e já quero ler a continuação.
    Adorei a resenha.
    Abs
    Ni
    Cia do Leiutor

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li e ainda não comprei, acredita? Só sofro com essas resenhas lindas, hahaha! Belo post, só me deixou mais ansiosa. Beijos e sucesso!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  4. Olha, acho que é impossível não gostar desse livro! A escrita é viciante, a Lou é uma personagem incrível, tudo é tão bem feito, emocionante, tocante.. ♥ http://flornooutono.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu chorei horrores quando li esse livro. Mesmo sem gostar do final do livro, eu entendi a mensagem que a autora queria passar, mas me destruiu por dentro.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!