Resenha #64 - A Era de Ouro do Pornô - Zeka Sixx

20 novembro 2016

Título: A Era de Ouro do Pornô
Autor: Zeka Sixx
Editora: Érotica
Ano: 2016
Páginas: 160
Para saber mais: Skoob
Livro recebido em parceria com o autor.
Sinopse: Max tem vinte e nove anos e mora sozinho em um apartamento em Porto Alegre. Faz bicos como tradutor e sonha em ser escritor, enquanto passa os dias bebendo, esperando o fim de um bloqueio criativo que o aflige há três anos. Você já leu essa história milhares de vezes, certo? Não exatamente. "A Era de Ouro do Pornô" parte de uma premissa aparentemente batida para se revelar uma fábula maldita, encharcada em álcool, sexo, cultura pop e niilismo. Mais do que Max, o anti-herói central, é a cidade de Porto Alegre, com seus habitantes - do sexo feminino, em especial -, o verdadeiro personagem do romance. O enredo se desdobra como uma montanha-russa, indo do sonho ao pesadelo num virar de página. "A Era de Ouro do Pornô" é uma sátira a uma geração que colocou sobre seus próprios ombros a necessidade de ser criativamente relevante.

Sobre o Livro

Com uma narrativa em primeira pessoa, acompanhamos o dia a dia de Max Califórnia. Com seus 29 anos, Max trabalha como tradutor, mas isso não é precisamente o que ele gostaria de estar fazendo. Seu sonho de ser escritor está engavetado, visto que seu bloqueio criativo já dura três anos. Além disso, desde que voltou da Califórnia (por isso seu apelido), Max não quer saber de mais nada além de bebida e sexo casual. Sem muito critério e sem muita seleção na hora de escolher suas transas, acompanhamos os dias e as noites nas quais ele circula pela cidade atrás de mulheres.

Minha opinião

A narrativa do autor é fluida, rápida e crua. Em alguns momentos, confesso que fiquei assustada com a narração direta das cenas de sexo. Sixx mostra em alguns capítulos o passado do protagonista, o que ajudou muito a compreender os motivos que levaram Max até o “fundo do poço”. Durante todo o livro, músicas em inglês fazem ligações com os momentos da vida de Max. A tradução no rodapé ajuda as pessoas que não entendem tão bem o inglês.


"Em um mundo onde o erótico é a febre do momento, tenho o azar de ser simplesmente pornográfico." 

Eu sabia que o livro continha sexo, mas nada me preparou para o que encontrei. Já li alguns livros eróticos, mas nada tão cru, tão bruto, porém tão real como as cenas de sexo casual descritas no livro. Parece que eu estava lendo um filme pornô. E falando nisso, A Era de Ouro do Pornô, faz referência a filmes adultos da década de 80, quando eles tinham um enredo, uma trama, e não eram somente e puro sexo, como os filmes de hoje. 



Max é um coitado, perdido na vida, em meio a bebidas, não almeja nada, não se preocupa com o futuro, para mim está numa depressão profunda. Enquanto acompanhamos a saga de Max atrás do próximo sexo, conhecemos diferentes tipos de mulheres, mas todos com o mesmo propósito: SEXO. O que mais me incomodou no livro foi o modo como o personagem descreve as mulheres. Palavras, como feia, fedida, gorda, velha, enchem as falas de Max antes, durante e após o sexo. 

Gostei muito de acompanhar os “passeios” de Califórnia por Porto Alegre. Foi muito legal ler sobre lugares que já passei na frente ou já ouvi falar. Não sei se entendi a proposta do autor com o livro, mas acredito que Sixx quis mostrar que quase todos que encontramos em baladas, barzinhos, entre outros só querem um sexo casual e ponto, sem envolvimento e sem a preocupação de ligar no outro dia. Além disso, ele mostrar a facilidade de conseguir sexo nos dias de hoje. 

Recomendo o livro para quem gosta do gênero e para quem quer ser surpreendido com uma narrativa direta e sem papas na língua sobre uma sociedade que busca no sexo o alívio de seus problemas e de suas angústias. 


6 comentários

  1. Olá!
    Não é o tipo de livro que me arriscaria, visto que tenho meus traumas. A palavra sexo cru me fez questionar o quão cru são as descrições. Será um cru bem escrito ou um cru terrivelmente vulgar e de mal gosto? Pois, foi nessa cilada que cai e me causou o tal trauma.
    Enfim, gostei de sua resenha e dos detalhes nela contida. Mas, como falei, vou primeiro me curar dos traumas pra investir novamente no livro erótico. :)
    Abs
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  2. Confesso que não gosto muito dessa premissa, tanto desse tipo de personagem como o Max, quanto de livros com cenas de sexo tão detalhadas, então vou deixar a dica passar. Flores no Outono 

    ResponderExcluir
  3. Eu li o livro, e curti bastante, não é um livro erótico e sim pornográfico mesmo, achei que o autor desde o início deixou isso bem claro.
    Gostei muito da escrita do Zeka, é crua direta. A Era de ouro do pornô é um livro escrito pra ser um soco direto nos falsos moralistas de plantão.

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Tenho visto muitos elogios sobre o livro e até fico tentada a ler, mas aí lembro que tenho uma fila gigante aqui e não vou conseguir tão cedo.

    ResponderExcluir
  5. Oie
    eu vi algumas resenhas e elogios sobre o livro, parece ser bem polemico e gosto desse tipo de assunto, o enredo e a intenção do livro estao muito bons entao vou anotar a dica

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Já tinha visto falar desse livro e achei a premissa interessante pois é diferente das leituras que tenho feito. Ótima resenha, despertou mais ainda o interesse no livro.

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!