Resenha #77 - A Sala dos Répteis - Lemony Snicket

14 março 2017

Título: A Sala dos Répteis
Título Original: A Series of Unfortunate Events: The Bad Beginning
Série: Desventuras em Série #2
Autor: Lemony Snicket
Editora: Seguinte
Ano: 2016
Páginas: 184
Para saber mais: Skoob

Sinopse: Lemony Snicket é um autor que não pode ser acusado de falta de franqueza. Sabe que nem todo mundo suporta as tristezas que ele conta e por isso - para que depois ninguém reclame - faz questão de avisar: "Se você esperava encontrar uma história tranquila e alegre, lamento dizer que escolheu o livro errado. A história pode parecer animadora no início, quando os meninos Baudelaire passam o tempo em companhia de alguns répteis interessantes e de um tio alto-astral, mas não se deixem enganar...".Os Baudelaire têm mesmo uma incrível má sorte, mas pode-se afirmar que a vida deles seria bem mais fácil se não tivessem de enfrentar o tempo todo as armadilhas de seu arquiinimigo: o conde Olaf, um homem revoltante, gosmento e pérfido. Em Mau começo ele deu uma pequena amostra do que é capaz de fazer para infernizar a vida de Violet, Klaus e Sunny Baudelaire - e aqui as coisas só pioram.


A Sala dos Répteis é o segundo livro da série Desventuras em Série. A saga, composta por 13 volumes, foi publicada, pela primeira vez no Brasil, em 2001 pela editora Cia das Letras. Com o lançamento da primeira temporada da série no Netflix, a editora Seguinte, selo da Companhia dos Letras, relança os livros. O primeiro livro Mau Começo já tem resenha no blog, aqui


A Série1 - Mau Começo2 - A Sala dos Répteis3 - O Lago das Sanguessugas4 - Serraria Baixo-Astral5 - Inferno no Colégio Interno6 - O Elevador Ersatz7 - A Cidade Sinistra dos CorvosO Hospital Hostil9 - O Espetáculo Carnívoro10 - O Escorregador de Gelo11 - A Gruta Gorgônea12 - O Penúltimo Perigo13 - O Fim.

Sobre o livro

Violet, Klaus e Sunny estão a caminho de sua nova casa, onde viverão com seu novo tutor, o Dr. Montgomery. Quando chegam, as crianças são logo recebidas por um senhor muito querido e alegre, o simpático tio Monty, um herpetologista (especialista em répteis) que possui em sua casa uma Sala dos Répteis. A sala é seu lugar de trabalho e moradia de sua nova descoberta, a Cobra Incrivelmente Mortífera. Logo que chegam, as crianças são levadas para a sala para conhecerem a cobra, seu nome não passa de uma pegadinha do Dr. Montgomery à sociedade herpetológica, pois ela, na verdade, mesmo que enorme, é totalmente inofensiva.

Os irmãos Baudelaire descobrem um verdadeiro paraíso em sua nova vida, possuem quartos separados, vão ao cinema todos os dias e estão com uma viagem ao Peru marcada. Além disso, eles ajudam o tio Monty na Sala dos repteis, Violet inventando armadilhas para levar ao Peru, Klaus lendo livros sobre cobras e Sunny mordendo cordas.

Tudo está perfeito, quando o novo assistente do Dr. Montygomery, Stephano, chega para auxiliar na Sala dos Répteis e na viagem ao Peru. Nem mesmo ele entra na casa, as crianças percebem que há algo suspeito nele e, sem muita dificuldade, percebem que ele é na verdade o Cond Olaf disfarçado. Agora elas precisam desmascarar esse monstruoso vilão e acabar com o plano macabro dele. 

 "Às vezes, quando alguém diz uma mentira, é melhor ignorá-la inteiramente."

Minha opinião

Lemony Snicket mantém seu modelo de escrita, simples e envolvente. Achei que o tom cômico que o autor dá aos acontecimentos trágicos perdeu um pouco de força. Contudo o charme continua sendo o narrador-autor contando-nos a história das crianças, com suas interrupções para fazer observações e comentários. 

Conde Olaf também perdeu aquele tom mais engraçado que ele tinha no primeiro livro e está mais malvado. Sr. Poe continua o mesmo pateta que não enxerga o óbvio acontecendo bem embaixo de seu nariz. Tio Monty é querido, atencioso e muito divertido. As crianças continuam unidas e disposta a lutar contra o Cond Olaf.

Uma coisa muito legal que encontrei na internet é que o livro e cheio de alusões literárias, como o nome de uma de suas serpentes, a Cobra-Lobo da Virgínia, é uma referência à escritora Virginia Woolf. O tio Monty avisa as crianças para não a deixar próxima a uma máquina de escrever. Em um momento de desespero, o Sr. Poe cita Nathaniel Hawthorne, um romancista do século XIX. O nome do disfarce do Conde Olaf, Stephano, é uma referência a peça A tempestade, de William Shakespeare.

Mais uma fez a trama está bem fechadinha. Achei essa história um pouco mais cruel e triste que a anterior. A Sala dos Répteis também traz algumas críticas, dessa vez ao modo como são conduzidas algumas investigações e de como nem tudo que é o que aparenta ser. 

Com isso, sigo para o terceiro volume da série, O Lago das Sanguessugas.


Quando chegamos ao fim do livro, há uma carta de Lemony Snicket ao editor, introduzindo a trama do terceiro volume da série. 

Ao Meu Amável Editor:

Escrevo-lhe das margens do Lago Lacrimoso onde examino o que restou da casa da tia Josephine para ter uma percepção clara do que aconteceu quando os órfãos Baudelaire estiveram aqui.

Vá ao Café Kafka às quatro horas na próxima quarta-feira, e peça uma xícara de chá de jasmim ao garçom mais alto. A menos que meus inimigos tenham triunfado, ele trará, no lugar do seu pedido, um envelope bem grande. Dentro você encontrará a minha descrição desses espantosos acontecimentos, intitulada O Lago das Sanguessugas, bem como um esboço da Gruta do "P", um pequeno saco com cacos de vidro e o cardápio do restaurante Palhaço Ansioso. Haverá também um tubo de ensaio contendo uma sanguessuga do lado, que o sr. Helquist usará como modelo para fazer uma ilustração caprichada. Em nenhuma hipótese esse tubo de ensaio deve ser aberto.

Lembre-se, o senhor é minha única esperança que a história dos órfãos Baudelaire sejam finalmente contadas ao grande público.

      Respeitosamente,
      Lemony Snicket.


8 comentários

  1. , eu quero muito começar essa saga de livros, ja terminei a serie na netflix e estou gostando muito! Pretendo comprar o box! Otima resenha, curta e bem explicada!

    http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com/2017/03/os-13-porques-primeiras-impressoes.html

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Eu não sei porque mas nunca me interessei por essa serie. Já li inúmeras resenhas até, mas mesmo assim não consigo me interessar o bastante para iniciar a leitura. Também não assisti ao filme ou a serie da Netflix, acho que realmente não é pra mim.

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Não conhecia essa saga, me interessou bastante por ser aventura, adoro livros assim. Adorei sua resenha!
    Abraços;**
    http://FebredeLivro

    ResponderExcluir
  4. Oi! Eu realmente, r-e-a-l-m-e-n-t-e, queria conseguir me convencer a ler essa história, mas nada me atraí ao ponto de eu querer saber mais. EU conheço a história do filme que tem e mesmo assim foi só porque eu meio que me obriguei a ver... Acho bem chatinho, não sei se os livros são diferentes, mas gostei de saber que eles tem diferença de um para o outro e que não é algo fofo e que o autor não tem medo de pegar pesado. E gostei de saber que tem criticas, principalmente falando que nada é como aparenta ser, que pode ser diferente!
    Adorei a resenha, espero que os próximos livros continuem te agradando.
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  5. Oi.

    Até agora li a metade do primeiro livro. Sempre tive vontade de ler os livros, mas eram sempre um pouco caros, então, deixava de comprar. Assisti a série e como adorei o que vi, quero muito ler todos os livros este ano.

    ResponderExcluir
  6. Olá, eu tenho uma vontade enorme de ler Desventuras em série. Que tenso essa situação dos irmãos, quando encontram um lar legal o conde volta para atormentá-los. E que legal essa carta!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Tenho este problema com séries, sempre acho o primeiro livro ótimo e não gosto quando parece que o livro começa a ficar muito diferente, perdendo algumas características ótimas.
    Gostei muito da sua resenha!
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  8. oi, Lê... confesso que minha vontade de ler a série já foi maior... hoje em dia tô bem desanimada... mas no duvido que sejam livros muito bons...
    parece interessante esse segundo volume, e triste, ne??? gosto disso em livros..
    bjs...

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!