Resenha #80 - Os 13 Porquês - Jay Asher

01 abril 2017

Título: Os 13 Porquês
Autor: 
Jay Asher
Editora: Ática
Ano: 2009
Páginas: 
256
Para saber mais: Skoob

Sinopse: Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker, uma colega de classe e antiga paquera, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.


Em 2013, eu li Os 13 Porquês pela primeira vez. O livro entrou na hora para  a lista dos meus favoritos da vida. Em 2014, eu reli e agora, com o anúncio da estreia da série pela Netflix, resolvi reler pela segunda vez. Meu amor por esse livro continua forte.

Quem me conhece sabe que SEMPRE recomendo essa leitura. Enchi o saco de muita gente desde 2013, mas surtiu efeito, pois muita gente leu o livro por causa dos meu incentivos. O relevante não é se as pessoas vão gostar ou não do livro, para mim o que vale é que o livro seja lido.


Sobre o livro

Clay Jensen, ao voltar para casa depois de um dia de escola, encontra, na porta de sua casa, uma caixa. Para sua surpresa ela está endereçada a ele e não há remetente. Clay estranha, mas abre a caixa. Dentro encontra sete fitas cassete, todas numeradas,e 1 a 13.

Desconfiado ele vai até a garagem e coloca a fita com o número 1 para tocar. Inacreditavelmente, a voz que sai do alto falante é de Hannah Backer, sua colega de escola que cometeu suicido há duas semanas. Enquanto escuta Hanna, Clay descobre que o conteúdo das fitas é um relato dos treze motivos que levaram a colega a se matar. Para cada motivo há um nome, e se Clay recebeu a caixa, ele é um dos 13 porquês.

Antes de começar a narração, a garota explica que há duas regras: Número um: você escuta. Número dois: você repassa para o próximo nome da fita. Assustado e sem entender o motivo de ter recebido as fitas, Clay vai descobrir a verdade sobre Hannah e sobre seus colegas de colégio. Depois

Ninguém sabe ao certo quanto impacto tem na vida dos outros. Muitas vezes não temos noção. Mas forçamos a barra do mesmo jeito.


Minha Opinião


Aqui temos duas histórias sendo contadas ao mesmo tempo, a de Clay, que está ouvindo as fitas, e a de Hanna, que narra os acontecimentos que ela usa como justificativa para seu suicídio. Esse modo de narração ficou perfeito, pois conseguimos, através dos pensamentos de Clay, compreender ainda mais os fatos contados pela Hannah.

O livro se passa em uma só noite. E assim como Clay, nós também não conseguimos dormir enquanto não chegamos ao fim da história. A escrita do autor é leve, fluida e simples, o que torna a leitura rápida. Jay Asher conseguiu montar uma trama muito bem amarrada e estimulante, fiquei imersa na leitura as três vezes que li o livro.

O suicídio não é um tema muito abordado em livros, pelo menos nos que leio. E quando o tema principal é esse, na maioria das vezes, é narrado por uma pessoa que tinha alguma relação com a que morreu. Acho que é por isso que eu acho Os 13 porquês muito incrível. Conseguimos acompanhar o que levou a Hannah a tomar aquela atitude. Suicídio é um assunto delicadíssimo, acredito que há muitos jovens no mundo passando por situações semelhantes, pensando constantemente em suicídio, com famílias que nem imaginam que esse tipo de pensamento pode estar na cabeça deles.


É claro que o assunto do livro vai muito além do suicídio, o autor insere na trama problemas como depressão, mentira e abuso sexual. Um tema muito pertinente que foi abordado no livro é as brincadeiras sem graça feitas por determinados colegas a outros. Coisas e atitudes que podem parecer em determinado momento insignificantes e ingênuas, principalmente quando vemos que algumas delas são os motivos de Hannah, mas que na verdade podem afetar drasticamente a vida de um adolescente. Não podemos esquecer que cada pessoa tem uma maneira diferente de lidar com as situações e com os problemas.

Outra coisa que assusta é o planejando de Hannah, ela pensou em todos os detalhes, e isso é meio perturbador, pois ela estava ciente da decisão, não foi um ato tomado de cabeça quente. Clay pareceu-me perdido em relação ao motivo de estar nas fitas, contudo quando escutei a parte na qual ele é citado, compreendi seus sentimentos e sua confusão.

Para fechar, há uma entrevista com Jay Asher, que responde a 13 perguntas sobre o livro e como foi escrevê-lo. Os 13 Porquês é um infantojuvenil que conversa muito bem não só com seu público alvo, mas com todas as idades, e que mostra o impacto que nossos atos têm na vida das outras pessoas.

Façam um favor a si mesmos, leiam esse livro!






A série 13 Reasons Why, baseada no livro, foi lançada pela Netflix em 31/03/2017. Assistam aos trailers:





13 comentários

  1. Oi Lê,
    Eu já tinha ouvido falar do livro há um tempo atrás, mas não prestei muita atenção nele. Com o lançamento da série veio aquele boom nos blogs e redes socias, todo mundo falando sobre o assunto. Resolvi assistir a série e achei muito "Pesada" com uma carga emocional muito forte, fiquei na Bad uns dois dias. Sinto curiosidade de ler o livro e me aprofundar mais na história, mas acho que por enquanto não conseguirei fazer isso pois realmente fiquei muito mal com a hitória. rsrs
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Depois do grande sucesso da serie é comum ver tantas resenhas sobre esse livro. O melhor de tudo é que todas as resenhas são bastante positivas. Tenho muita vontade de ler esse livro, tenho ele a anos mas sempre passo outras leituras na frente. Amei a sua resenha. Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Oie, tudo bem?
    Então, já li o livro há alguns anos atrás e entrou pra minha lista de favoritos. Ironicamente, eu estava passando por uma fase Hannah Baker, sofrendo bullying e, pensando bem, acho que não deveria ter lido naquela época. Apesar disso, entrou para os meus favoritos. Também acho que o livro fala de um assunto que precisa ser abordado, mas obviamente não recomendo para pessoas que estejam no Lugar da Hannah, pois é um gatilho. O livro é bom, mas para conscientizar as pessoas e não ajudar a superar o bullying e tenho visto muitos assistindo a série ou lendo o livro em busca disso, é ruim. Dói.
    http://oxenteleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu li o livro e não gostei e a série também não gostei, o pouco que vi, pois ainda falta alguns episódios e está realmente bem arrastado.

    ResponderExcluir
  5. Tinha ouvido muito falar deste livro, porém nunca procurei ou comprei ele, apesar de está na minha lista de desejados que sempre aumenta, mas já assistir a série e achei forte, pois falam de diversos tabus e problemas sociais que enfretamos na escola que é uma ótima forma de conscientizar os nossos jovens, o problema que pode ocorrer na vida de outra pessoa, sua resenha me deixou com raiva de ter adiado a leitura deste livro, provavelmente irei lê-lo em breve, aliás adorei a composição das suas fotos e também elas em si... Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Adorei o livro também, mas acho que não tanto quanto você rsrs
    Só não pretendo assistir a série porque pelos comentários parece que ficou bem diferente do livro, e acabou chocando bastante. Por essa razão quem já sofre com depressão pode ser um gatilho.
    Porém devo concordar que possa ajudar a conscientizar as pessoas sobre os temas polêmicos que aborda.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Li!
    A Netflix me causou um problema: todo mundo amou a série, mas eu preciso ler o livro antes de assistir ...rs... O suicídio na adolescência e bullying precisa ser discutido e só esse fato é valido.
    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  8. É um livro muito interessante, a muito tempo ele já me foi recomendado, mas desde que li a sinopse eu vi que não era um livro para mim, não que ele seja ruim, mas pelo tema. Eu sou vitima dessa coisa horrenda que se chama Bulling e eu sei o quanto isso afeta a nossa vida. Mas espero um dia conseguir tanto ler quanto assistir a série.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    eu tenho este livro tem bastante tempo, mas existei bastante em ler. Três amigos meus se mataram e um deles, a última pessoa com a qual ele falou antes de se enforcar, foi comigo, de modo que é o assunto delicado e pesado para mim. Isso tem anos, mas é algo ainda em aberto, talvez eu me sinta como o Clay, sem a parte da paixão.
    Mas a série eu assisti as 7 da manhã no dia do lançamento, criei coragem e fui. Gostei, mas mexeu muito comigo.
    Agora estou lendo o livro, mas devagar.
    Fico feliz que tenha suprido suas expectativas e que a leitura foi fluída para vc. Eu creio que estou como o Clay da série, um parto para ouvir tudo rsrs.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Quando relemos o livro sempre encontramos coisas que não havíamos percebido antes.
    Eu gostei muito da série porque me deu uma outra visão de coisas que me incomodaram no livro,
    Gostei muito da sua resenha!
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Faz muito tempo que quero fazer a leitura desse livro, mas que infelizmente até hoje não consegui.
    Desconhecia o fato de ele se passar em apenas uma noite e tenho certeza de que assim que iniciar a leitura, não conseguirei desgrudar dele até saber todos os motivos pelos quais Hannah fez o que fez.
    Adorei sua resenha e me admira que você o tenha lido meras 3 vezes rsrs

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  12. Oie
    olha, eu li o livro há uns anos e não me recordo de nada, assim que lançou a série eu quis ver mas estou enrolando pra ver se releio antes de assistir, lembro que é uma leitura bem densa então espero gostar bastante tanto do livro quanto da série que não param de falar e elogiar

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. To louca pra ler esse livro, só não agora pelo tema ser pesado e eu só consigo ler um livro pesado por mês, porque haja lagrimas kkkk. Mas gosto do fato do livro ser mais profundo em outros temas.

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!