Resenha #85 - Garota Desaparecida - Sophie McKenzie

12 maio 2017

Título: Garota Desaparecida
Autor: Sophie McKenzie
Editora: Verus
Ano: 2016
Páginas: 238
Para saber mais: Skoob
Postada originalmente por mim no Livrologias.
Sinopse: Lauren mora na Inglaterra e sempre soube que é adotada. Mas, quando uma breve pesquisa sobre o seu passado revela a possibilidade de ela ter sido roubada de uma família americana ainda bebê, a vida de Lauren de repente parece uma fraude. O que ela pode fazer para tentar encontrar os pais biológicos? E seus pais adotivos terão sido os responsáveis por sequestrá-la? Lauren convence sua família a fazer uma viagem para o outro lado do Atlântico e, lá chegando, foge para tentar descobrir a verdade. Mas as circunstâncias de seu desaparecimento são sombrias, e os sequestradores de Lauren ainda estão à solta — e dispostos a qualquer coisa para mantê-la calada.



Sobre o livro

Quando Lauren depara-se com o tema de sua redação, Quem é você?, entra numa crise de identidade. Lauren está com 14 anos e foi adotada quando tinha três e não sabe nada sobre como sua família anterior e sobre sua adoção. Com o assunto levantado pela proposta da produção textual, ela começa a questionar-se sobre seu passado e seus verdadeiros pais. Assim, resolve fazer uma pesquisa na internet, chegando até um site de crianças desaparecidas. Nele, ela encontra uma foto de uma menina parecida com ela, Martha Lauren, que sumiu dois meses antes de sua adoção. Porém, essa criança sumiu nos Estados Unidos, e ela mora na Inglaterra.

As dúvidas irão atormentar Lauren, que vai atrás de respostas com seus pais adotivos, que acham que ela ainda é muito nova para saber de toda a verdade. Lauren não aceita e inicia um plano para ir atrás das respostas, de onde veio, por que foi dada para adoção e porque seus pais não querem que ela saiba sobre o assunto.

Com ajuda de seu melhor amigo, Jam, Lauren “enrola” sua mãe para assim mexer nos diários dela. Desta forma, ela descobre que foi adotada nos EUA, o que faz com que suas suspeitas de ser a menina da foto só aumentem. Com isso, outro plano entra em ação, e ela convence aos pais a saírem de férias para os estados unidos, para que ela possa investigar o lugar onde sua adoção foi concretizada.
  
Lauren e Jam serão surpreendidos pelos acontecimentos, e o que era para ser uma simples investigação vira uma perigosa busca pela verdade.


  Minha opinião

O livro não cumpre o que promete e está longe de ser um suspense. A trama tinha tudo para ser interessante e envolvente, porém não passou de um infantojuvenil inverossímil e superficial. O sequestro e o desaparecimento de crianças são assuntos muito sérios e graves, muitas pessoas não têm ideia de como é passar por isso ou do porquê de outras roubarem crianças. Tudo isso poderia ter sido explorado com mais profundidade na história.

Os pais adotivos, apesar de sabermos o motivo que os levaram a adoção, são pouco explorados; os pais verdadeiros ganharam um pouco mais de destaque, mas o sofrimento que eles viveram com os anos de desaparecimento poderia ter sido mais evidenciado e os “vilões” mal aparecem, dando um único motivo para o ocorrido.

A pesar das minhas ressalvas, a narrativa é leve e fluida. Por ser contata em primeira pessoa, em alguns momentos, consegui sentir a angústia e o sofrimento de Lauren, contudo, a protagonista é extremamente teimosa, infantil, impulsiva e indecisa. O que me deixou irritada em alguns momentos. Nem mesmo, Jam, que era para ser um porto amigo e um mediador das atitudes da amiga, não cumpriu seu objetivo nem me conquistou. Os amigos, com apenas 14 anos, fazem coisas inacreditáveis, como entrar sozinhos em um avião e invadir uma agência de adoção no meio da madrugada. O romance que surge no livro é completamente desnecessário e sem graça.

Alguns fatos levantados sobre o sequestro de crianças foram levantados, e vi-me, em dois momentos, afita e angustiada com os questionamentos feitos pelas personagens. Consegui, como mãe, ver-me naquela situação e entender o sofrimento da mãe que teve sua filha roubada.

Garota Desaparecida não é um livro surpreendente nem profundo sobre o assunto, mas consegue transmitir a mensagem de que o problema é maior e mais grave do que imaginamos. 


8 comentários

  1. Olá Lê, tudo bem?
    Esse livro não tinha me chamado a atenção e sinceramente depois da sua resenha confirmei que não irei lê-lo. Não sou muito ã do genero por isso para que eu possa realizar a leitura o livro deve realmente chamar a minha atenção. Não costumo abandonar livros então se ele não me prende nem começo. Parabéns pela resenha. Curti muito a sua sinceridade.
    Sucesso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. eita, nao conhecia o livro, mas so pela premissa ele ja me conquistou..
    contudo, a sua resenha me deixou c um pe p tras, n sei se irei me interessar mt pelo livro devido aos pontos ressaltados por vc..

    perolasdelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa, a temática do livro é extremamente relevante para nossa sociedade, pena que não foi tão bem explorada, isso me desanimou um pouco quanto a leitura.

    bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nunca dei muita bola para esse livro, apesar da premissa interessante. Gostei da sua sinceridade na resenha, principalmente nos pontos negativos. Não pretendo ler o livro, mas é sempre bom ter opiniões positivas e negativas para fazer comparações.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  5. Ixi! Que livro intrigante! Do tipo que ao começar ler não quero largar até que os segredos sejam revelados. Apesar de você ter ressaltado que não se trata um um suspense, o que me deixou menos empolgada já que amo o genero e tudo parecia que girava em torno de um livro mais adulto. Enfim, anotando na minha listinha de desejados quem sabe eu goste.
    Abs
    Nizete
    Cia doLeitor

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Uma pena que a obra não cumpra realmente o que promete e que não tem nada de suspense. Desde que vi o lançamento da obra fiquei bem intrigada, mas acabei desanimando um pouco agora, afinal além de tudo ainda é inverossímil!
    Agora estou em dúvida sobre arriscar ou não a leitura, já que talvez eu possa gostar mesmo com esses pontos negativos. Vou esperar mais um pouco e quem sabe arrisco no futuro.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  7. Eu tava com muita vontade de ler esse livro, mas confesso que eu dei uma desanimada demais. Não sei se é um livro que vai me prender muito.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Desde o lançamento fiquei com o pé atrás com esse livro, e como no geral vi que ele realmente não agradou acabei perdendo completamente o interesse. Sua resenha só confirmou que não é pra mim, tenho horror de livros que abordam situações que eram pra ser convincentes e são inverossímeis, e não curto quando assuntos importantes são tratados com superficialidade.

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!