Resenha #90 - Mãe Sem Manual - Rita Lisauskas

05 junho 2017

Título: Mãe Sem Manual
Autora: Rita Lisauskas
Editora: 
Belas Letras
Ano: 2017
Páginas: 112
Para saber mais: Skoob

Livro recebido em parceria com a editora.
Sinopse: A gravidez é sinônimo de alegria e bem-aventurança instantâneas, está escrito na página zero do manual das mães das novelas, filmes e contos de fada. Você vai reluzir, cintilar, sentir-se plena e absoluta desde o momento em que descobriu que vai colocar uma criança nesse mundo. Mas pode não ser bem assim. Como estamos entre amigas, vamos falar a verdade aqui. Este é um antimanual: foi criado para mostrar que nem sempre há certo ou errado quando o assunto é maternidade. Para desconstruir (e rir) dos mitos que às vezes nos fazem sentir inseguras, culpadas ou nos fazem perder muitas noites de sono à toa. Este livro é um abraço apertado em cada mãe que às vezes erra, sempre querendo acertar, e às vezes acerta, tendo certeza de que, no fundo, está errando.


Em 2010, quando a jornalista e apresentadora Rita Lisauskas ganhou seu bebê, o Samuca, ela criou o blog Ser mãe é padecer na internet, com o intuito de relatar algumas experiências vivenciadas por ela relacionadas a sua nova vida de mãe. Agora em 2017, sai pela editora Belas Letras, Mãe Sem Manual, um livro com a mesma temática do blog. A autora conta de um modo divertido como foi sua experiência sendo mãe pela primeira vez, narrando situações e revelações desde a descoberta da gravidez até os primeiros meses do bebê.

Serás sempre julgada por muitos, independente da escolha que fizeste.

Rita vai mostrar, de uma forma muito divertida, as situações que as mulheres passam quando vão se tornar mães, além de ressaltar algumas responsabilidades e preocupações que farão parte da vida de mãe. Rita conta as situações vividas por ela, mas não e nada muito diferente do que toda a mulher passa nesse situação. Ela vai ressaltar principalmente que não há certo e errado quando a questão é a maternidade, mas sim o desejo de uma mãe em proporcionar o que ela acredita ser o melhor para o seu filho. Inclusive quando estamos sofrendo nas primeiras horas e nos primeiros dias após o parto.



A edição está caprichadíssima. Com capa dura, o livro está todo trabalhado nas cores laranja e roxo. Além disso há várias ilustrações e detalhes e no final tem uma lista de “não motivos para uma cesária”, mas que são dados como motivos e a lista de vacinas que uma criança deve tomar.



Rita dividiu o conteúdo do livro em 13 capítulos, do 0 ao 12. Adorei os nomes dos capítulos, super didático e divertido, assim como todo o livro. A escrita dela é simples e gostosa, parece que ela está contando os acontecimentos para uma amiga (no caso aqui nós somos a amiga). Algumas vezes, eu que já sou mãe, concordei com o que lia, balançando a cabeça. Ela consegue deixar tudo muito engraçado, em um tom de "se prepare que isso vai acontecer com você um dia".

Mãe Sem Manual é uma ótima indicação para as grávidas e para quem acabou de ter bebê. Realmente há muitas informações que ajudarão de uma forma muito bem humorada às mamães de primeira viagem nessa nova jornada. 


Nenhum comentário

Postar um comentário

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!