Resenha #94 - Caçador em Fuga - Daniel Abraham, Gardner Dozios e George R. R. Martin

30 junho 2017

Título: Caçador em Fuga
Título Original: Hunter's Run
Autores: Daniel Abraham, Gardner Dozios e George R. R. Martin
Editora: Leya
Ano: 2017
Páginas: 304
Para saber mais: Skoob
Livro recebido em parceria com a editora.
Sinopse: Ao despertar num lugar escuro, Ramón Espejo não se lembra de como foi parar ali. Logo ele descobre que é refém de uma raça alienígena e que, para recuperar sua liberdade, será forçado a ajudá-los a encontrar outro humano como ele – um fugitivo. Quando a caçada começa, no entanto, Ramón recupera algumas lembranças: a miséria e as péssimas condições de trabalho e de vida no México; a decifsão de deixar a Terra e explorar um novo planeta-colônia, São Paulo; o sonho de encontrar metais valiosos e enriquecer; o desejo de uma nova chance. Agora, envolvido numa estranha perseguição nesse mundo hostil e imprevisível, Ramón precisa encontrar uma maneira de escapar de seus captores... e depois, de alguma forma, sobreviver. No entanto, à medida que suas memórias se fortalecem, Ramón descobre que seu pior inimigo pode ser ele mesmo. Caçador em fuga, publicação que faz parte do selo LeYa/Omelete, é uma história criada a seis mãos que levou quase trinta anos para ser escrita. O resultado é uma aventura de ficção científica que cria mundos e espécies diferentes com detalhes fascinantes, analisando a humanidade em seus piores e melhores momentos por meio de um personagem politicamente incorreto, atrapalhado e carismático.



Sobre o livro

Ramón Espejo, um mexicano, que vive no planeta-colônia de São Paulo, acorda boiando numa substância viscosa, num lugar completamente escuro e desconhecido. Além disso, sua memória não é das melhores, ele lembra de poucas coisas, entre elas a briga, seguida de sexo, com Elena, e uma segunda briga, que ele não lembra direito com quem nem o porquê dela ter acontecido.

Pouco tempo depois, ele descobre que está sob custódia de uma raça alienígena desconhecida. Essa raça precisa dele para caçar outro ser humano, que conseguiu fugir dali. Assim, Rámon e um desses seres partem numa busca. Sua memória vai, aos poucos, voltando, assim, lembra principalmente do motivo que vez ele sair do México e tentar uma nova vida nessa colônia. Nessa viagem, Ramón irá repensar sua vida, questionar a natureza de seus atos e lutar pela sobrevivência.


Você vive. Logo, você exerce sua função. Se não exercê-la, não pode viver.

Minha opinião

Nesse universo, criado pelos autores, há três raças alienígenas comandando o universo, nenhuma delas é a raça humana. Aí que entra um aspecto importante sobre o livro: aqui o ser humano não é o dominador do universo, exercendo poder sobre outras raças. Aqui ele é usado pelos alienígenas para desbravar e colonizar outros planetas, sempre servindo e respondendo a essas raças.

Ramón Espejo é uma figura única, um homem agressivo, ambicioso e malandro. Essas suas facetas vão ser confrontadas conforme a caçada avança. Toda vez que ele tenta explicar as necessidades do seres humanos ou justificar alguns atos feitos pelas pessoas, inclusive por ele, acabou questionando suas próprias ações. 

Maneck, o alienígena que acompanha Ramón na caçada, é um ser incrível. Mesmo não sendo o “mocinho”, ele foi o personagem que eu mais gostei, além de me fazer dar muitas risadas. Foram os questionamentos feitos por ele, para compreender os hábitos do homem, que fizeram eu e Ramóm refletir sobre o real significado das ações humanas. 

O livro é dividido em prelúdios mais quatro partes, totalizando 29 capítulos. A escrita dos autores é muito fluida e rápida. Um jogo com palavras alienígenas é feito em algumas partes do livro, e fiquei tentando achar o significado para elas dentro do contexto em que estavam sendo usadas. Um recurso muito legal, pois demorei para achar o conceito de algumas e de outras nem consegui identificar a definição.

A função da comunicação é transmitir conhecimento. Mentir seria falhar nessa transmissão do conhecimento. 


A cultura é fortemente latina, com imigrantes do México, como o protagonista, do Brasil, entre outros. O planeta-colônia São Paulo tem esse nome, pois os brasileiros foram os primeiros a chegar para colonizá-lo.

O livro demorou quase trinta anos para ser concluído. Gardner Dozois começou a escrever a história em 76, algum tempo depois, George Martim resgatou o livro, trabalhou principalmente no ecossistema do mundo criado pelo primeiro autor, e, depois de mais alguns anos, Daniel Abraham chega para ajudar a concluir a obra. 

Mesmo con tanto tempo para terminar o livro, parece que os autores não conseguiram chegar a um final de fato, deixando-o aberto, para uma possível continuação, caso desejem fazê-la. Mas sabemos que isso nunca foi prometido. 

Caçador em Fuga me surpreendeu muito. Uma verdadeira obra de ficção científica para nenhum fã do gênero colocar defeito. Com uma história bem desenvolvida, os autores questionam o que é ser humano. 

5 comentários

  1. Hey, Lê!

    Apesar da sua resenha empolgada, esse eu não me animo a ler, não.
    Não sou fã de aliens e histórias sci-fi.
    Vou aguardar a próxima dica! :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Que diferente esse enredo, com os seres humanos apenas como plano de fundo para colonizar outros locais... Bem, não é muito diferente da história humana, com suas colonizações mil feitas especialmente pelos europeus. Mas acho sempre bacana quando os autores trabalham com a questão da relação entre humanos e alienígenas.

    ;*

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Nossa quanto tempo para fazer um livro e ainda deixar o final aberto? Fiquei curiosa hahaha Bacana ser cultura latina, ter Brasil no meio, e gostei <3 Dica anotada!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá! Achei bem interessante a indicação, é uma temática que eu gosto de ler e assistir filmes. Já anotei na lista, espero ler em breve, bjo

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Não conhecia o livro, e me parece ser um livro instigante, que pena que o final não foi aquele final rs' odeio quando isso acontece. Gente, como demorou para o livro ser finalizado hein e esse final ainda ficou em aberto? Como pode? haha.. Não sei se leria rs' gostei de conhecer o livro!

    beijos!
    http://blogdatahis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!