Resenha: Sempre Vivemos no Castelo - Shirley Jackson

10 outubro 2017

Título: Sempre Vivemos no Castelo
Título Original: We Have Always Lived in the Castle
Autora: Shirley Jackson
Editora: Suma de Letras
Ano: 2017
Páginas: 200
Para saber mais: Skoob
Livro recebido em parceria com a editora.
Sinopse: Merricat Blackwood vive com a irmã Constance e o tio Julian. Há algum tempo existiam sete membros na família Blackwood, até que uma dose fatal de arsênico colocada no pote de açúcar matou quase todos. Acusada e posteriormente inocentada pelas mortes, Constance volta para a casa da família, onde Merricat a protege da hostilidade dos habitantes da cidade. Os três vivem isolados e felizes, até que o primo Charles resolve fazer uma visita que quebra o frágil equilíbrio encontrado pelas irmãs Blakcwood. Merricat é a única que pressente o iminente perigo desse distúrbio, e fará o que for necessário para proteger Constance. Sempre vivemos no castelo leva o leitor a um labirinto sombrio de medo e suspense, um livro perturbador e perverso, onde o isolamento e a neurose são trabalhados com maestria por Shirley Jackson.



Sempre Vivemos no Castelo foi publicado originalmente em 1962 e agora ganha pela Companhia das Letras uma edição lindíssima em capa dura.  Shirley Jackson com seu modo de escrita é conhecida por influenciar escritores como Neil Gaiman e Stephen King. 

Sobre o livro

Há seis anos, quatro membros da família Blackwood morreram envenenados por uma dose fatal de arsênico colocada no pote de açúcar, sobrando apenas três integrantes da família, Constante e sua irmã Merricat e o tio delas, Julian. Há também outro membro na casa, o gato Jonas. Constante a filha mais velha do casal que era dono da casa foi acusada pelo crime, mas sem provas ela foi inocentada no julgamento, contudo Constante não escapou da opinião dos morados do vilarejo onde moram.

Depois desse infeliz episódio, Constante não consegue mais sair de casa, assim Merricat é a única pessoa a ir até o centro do vilarejo, duas vezes por semana, para fazer compras. E, nessas saídas, ela sente na pele o impacto que a fatídica noite teve nos moradores da cidade.

Mas toda a tranquilidade da vida dessa família ira mudar com a chegada do primo Charles. Marricat não vê com bons olhos esse "intruso" nem o estranho interesse dele pela sua irmã. Assim ela resolve fazer de tudo para expulsar o intrometido que está quebrando o equilíbrio dessa família.



Minha opinião

Essa história me ganhou logo no início. Nas primeiras páginas, percebi que o livro é diferente dos que estou acostumada a ler, o que me chamou mais ainda a atenção. Este é o tipo de livro que quando começamos a falar de um elemento, automaticamente, falamos de outro, o que nos leva a mais um. Toda a estrutura do livro está ligada, se eu falar sobre a delicadeza da narrativa, preciso comentar da grandeza das personagens, falando nelas vou precisar falar do modo peculiar com que a história foi apresentada.

A escrita de Shirley Jackson é única e atormentadora. A narração é em primeira pessoa pela voz de Maricat angustiante, durante toda a leitura, eu consegui me sentir agoniada com o modo que a trama era narrada. É através de outros personagens que a autora explora o pior do ser humano em seu âmago, mostrando que os mais cruéis desejos aparecem quando têm oportunidade. 


Maricat é uma personagem incrível e muito bem construída. Suas manias, seu modo de falar e se comportar e sua imaginação sempre cheia de pensamentos obsessivos transformam a protagonista em uma menina peculiar. Costance é além de uma mulher calma, submissa aos desejos da irmã, sempre tentando resolver tudo com uma xícara de chá. Em muitos momentos vi as atitudes dela como falsas e como um modo de continuar vivendo dentro de uma família atormentada pelo passado. Por serem tão bem trabalhadas, facilmente me apeguei a elas.

Um segredo referente a morte da família acompanha uma parte da leitura, contudo a autora não demora muito para entregar a verdade sobre esse mistério. Além disso, quando a verdade é revelada, alguns leitores podem achá-la sem graça ou até mesmo previsível, mas para mim foi nesse aspecto que o livro me ganhou. Shirley construiu tudo de uma forma tão sutil, como se a verdade tivesse na nossa cara o tempo todo, que ela consegue deixar a revelação ser só mais um fato simples da narrativa, mostrando que não é esse o ponto principal da trama, mas sim que ele faz parte da universalidade dos temas abordados na obra.

Sempre Vivemos no Castelo vai além de um simples terror psicológico, ele perturba e empolga. Shirley Jackson trabalha com maestria as consequências do medo, da raiva, do isolamento e da loucura na vida, no comportamento e nas decisões das pessoas. Mais um livro que virou meu queridinho!



6 comentários

  1. Adorei a resenha e já quero ler o livro, um terror psicológico administrado com maestria? Já quero! E que capa mais linda, adorei as imagens também!
    ;)

    Canal Papo Inverso | Blog Lendo Ferozmente

    ResponderExcluir
  2. Já tinha visto esse livro por aí mas ainda não sabia que se tratava de uma história tão envolvente. Parece ser um enredo com personagens muito envolventes e adoro isso, além de ser uma escrito que revolucionou. Vou anotar a dica.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Uau, lendo a premissa eu achei que fosse um livro atual, mas só depois li a sua resenha e fiquei super espantada, e por ter inspirado grandes autores deve ser um livro realmente bom. Dica anotada!!!
    Bjs
    blog-myselfhere.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. olá não conhecia o livro, adorei a premissa e resenha é o tipo de livro que gosto de ler, beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Eu nunca havia ouvido falar desse livro, mas adorei a premissa e achei a capa maravilhosa! Fiquei curiosa para saber o que o primo pretende. Vou anotar sua dica. Beijos <3

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Confesso que estava me interessando pela história até ver o terror psicológico escrito hehehe Não sei se seria uma leitura ideal para mim, até porque fujo do gênero, mas quem curte com certeza é um livro diferenciado. Ótima resenha!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem-vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!