Resenha: Bazar dos Sonhos Ruins - Stephen King

11 dezembro 2017

Título: Bazar dos Sonhos Ruins
Título original: The Bazaar of Bad Dreams
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Ano: 2017
Páginas: 528
Para saber mais: Skoob
Livro recebido em parceria com a editora.
Sinopse: Mestre das histórias curtas, o que Stephen King oferece neste livro é uma coleção generosa de contos – muitos deles inéditos no Brasil. E, antes de cada história, o autor faz pequenos comentários autobiográficos, revelando quando, onde, por que e como veio a escrever (ou reescrever) cada uma delas. Temas eletrizantes interligam os contos; moralidade, vida após a morte, culpa, os erros que consertaríamos se pudéssemos voltar no tempo... Muitos deles são protagonizados por personagens no fim da vida, relembrando seus crimes e pecados. Incríveis, bizarros e completamente envolventes, essas histórias formam uma das melhores obras do mestre do terror, um presente para seus Leitores Fiéis.


Sobre o livro

O Bazar dos Sonhos Ruins é um compilado de 20 contos de Stephen King, alguns inclusive estão sendo publicados no Brasil pela primeira vez. Os contos variam em gêneros que vão desde sci-fi até suspense psicológico, eles foram escritos em anos diferentes, muitos deles fazendo referências a outras obras do autor. Entre esses vinte, dois são poesias, sendo uma delas a base para a série Torre Negra.

São muitos contos diferentes e de diversos tamanhos. Aqui, King vende suas narrativas como uma mercadoria, tem monstros, crianças malvadas, mortes súbitas, mortes pré-determinadas, mentirosos, ladrões, entre tantos outros, só entrar nesse bazar e escolher a sua história.



Minha opinião

Esse ano, consegui, finalmente conhecer mais da escrita do Stephen King. Bazar dos Sonhos Ruins é meu primeiro contato com King contista, e estou completamente satisfeita com o que encontrei. Fiquei completamente fascinada com o quão versátil o autor mostrou-se escrevendo, ele explora muitos gêneros, todos muito bem por sinal, o que deixou mais fácil de eu gostar da leitura.

O melhor nesse livro é com certeza a pluralidade de histórias, o que foi muito gratificante, pois consegui aventurar-me por diversas realidades, muitas atormentaram-me, outras assuntaram-me, algumas levarem-me a reflexão. Sem falar que antes de cada conto, há uma introdução do autor, na qual ele explica de onde veio a inspiração para a história, os momentos são diversos, e para quem são, alguns ele dedica a amigos. Com isso, conheci mais do King e da sua vida e trajetória como escritor, isso deixou-me muito feliz, pois é muito bom conhecer melhor um autor que admiro.


Os contos são de tamanhos variados, têm desde bem curtinhos até contos mais longos, outro ponto positivo. Dos 20, eu amei 9, gostei muito de 6 e achei medianos. Achei uma média excelente levando em consideração que livros de contos são sempre complicados para mim, pois vou do amor ao ódio muito rápido. Para dar uma ideia da maravilha desse livro, vou comentar sobre três maravilhosos:

Em Milha 81, conto que abre o livro, uma perua parada na estrada não é bem o que parece. King não poderia ter escolhido uma história melhor para iniciar o livro, seu modo de narrar deixou-me curiosa e angustiada, não consegui parar de ler nem para respirar. Simplesmente, amei!

Já em Garotinho Malvado, um menino muito malvado, com um boné com hélice no alto da cabeça, fez da vida de George Hallas um verdadeiro inferno. Nesse conto, fiquei absorvida pela narrativa e em alguns momentos senti medo dessa criança.

Em Indisposta, um homem que ama sua mulher, tenta manter a sua rotina, mesmo quando sua mulher está indisposta. Aqui, o leitor está a um passo do narrador, e mesmo eu tendo certeza do que estava realmente acontecendo, eu amei esse conto. Um dos melhores!

O Bazar dos Sonhos Ruins mostra a versatilidade de Stephen King, com contos que transitam entre diversos temas e gêneros. Para quem curte King, contos e tramas variadas, esse é livro é certamente perfeito!



4 comentários

  1. Oi! Eu amei esse livro! Foi meu primeiro contato com os contos do King também, pois até então só havia lido alguns romances.
    Gostei bastante dos contos escolhidos, e concordo que Milha 81 foi uma escolha sensacional para iniciar a obra.
    Muito bom ver a dica aqui e relembrar esse lançamento maravilhoso :)
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Acredita que nunca li nada do King? Admito que nunca tive muita curiosidade, pois ele ficou famoso pelos livros de terror, gênero que eu detesto.
    Pela sua resenha, deu para perceber que ele transita por outros gêneros também, algo que demonstra a versatilidade do autor. No entanto, é uma leitura que ainda não me atrai.
    Mas fico feliz que você tenha gostado tanto da leitura e acho que seu balanço final foi excelente, pois você gostou da maioria dos contos.
    Adorei a resenha e acredito que é uma ótima dica para quem é fã do autor ou quer começar a conhecer o trabalho dele.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oie
    eu adoro stephen king mas sinceramente nao li muita coisa dele e preciso muito mudar isso, parece ser uma bela leitura, com certeza fiquei curiosa depois de ler a sua resenha

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu tinha trauma dos livros do King, mas voltei a ler recentemente e tenho gostado cada vez mais. Estou muito curiosa com esse, acho que vou gostar.

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem-vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!