Resenha: Como Agarrar uma Herdeira - Julia Quinn

22 janeiro 2018

Título: Como Agarrar uma Herdeira
Título original: To catch an heiress
Série: Agentes da Coroa #1
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 304
Para saber mais: Skoob
Livro recebido em parceria com a editora.
Sinopse: Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou. Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso. A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação, que o desarma completamente.


Como Agarrar uma Herdeira é o primeiro volume da duologia Agentes da Coroa. Na saga, vamos acompanhar dois amigos que trabalham para a coroa. Mesmo que suas história estejam interligadas, os livros podem ler lidos separadamente.

Sobre o livro

Caroline Trent é uma jovem herdeira de uma imensa fortuna. Depois que seu pai faleceu, a moça passou por diversas dificuldades ao pular de família em família, até chegar na que está hoje. E o pior de tudo: sempre precisava se defender de homens oportunistas que estavam interessados apenas em sua herança.

O pior de tudo se deu na casa atual onde a moça está vivendo. De olho na fortuna de Caroline, Oliver Prewitt força a menina a casar-se com seu único filho, Percy. Mas Caroline, que de boba não tem nada, resolve fugir e sumir da cidade até completar 21 anos. Faltam seis semanas para seu aniversário, e se conseguir ficar escondida durante esse tempo, poderá tomar posse de seus bens.

E é nessa fuga que seu destino vai se cruzar com o de Blake Ravenscroft. Ele é um Agente da Coroa e está investigando Oliver Prewitt. Só que Blake, ao ver Caroline fugindo da casa de Prewitt em plena madrugada, acredita que ela é a espiã espanhola Carlotta De Leon, uma mulher que ele acredita estar envolvida dos negócios ilegais de Oliver e decide levá-la consigo.

Caroline enxerga nessa confusão a oportunidade de fuga perfeita e resolve assumir a identidade de Carlotta. Contudo, nem tudo vai sair como planejado e sua farça pode estar comprometida. Além disso, quanto mais tempo passam juntos, Blake e Caroline percebem que os sentimentos que sentem um pelo outro estão mudando.


Minha opinião

Esse foi meu primeiro contato com a Julia Quinn. Depois de ouvir milhares de elogio a autora, eu não podia deixar de conhecer a escrita dela. Fiquei muito feliz com a minha decisão e de ter começado por esse livro, pois foi uma leitura leve e divertida.

A escrita de Quinn é bastante fluida e envolvente. Gostei muito do modo como ela desenvolveu a história, tudo aconteceu bem rápido. Eu não li muitos romances de época até hoje, mas confesso que o modo como os problemas foram resolvidos nesse livro me agradou muito. Julia criou uma trama que além de romance, também inclui mistério e comédia, tudo na mesma medida.

Os personagens de Julia são humanos e reais. Caroline é engraçada, agitada e muito determinada. A forma com que a protagonista lidou com todos os percalços em seu caminho, sem nunca perder seu jeito de ser ou seu desejo de liberdade, só me fez gostar dela ainda mais.


Já Blake é um homem um tanto misterioso e, aparentemente, frio, mas sempre deixa seu lado preocupado e dedicado transparecer em alguns momentos. Ele sabia esconder bem suas emoções, isso até Caroline surgir em seu caminho e mostrar que os sentimentos que ele achou que nunca mais iria sentir podem nascer novamente. Amei essa mudança em sua perspectiva e a sua evolução.

Caroline carrega consigo um caderno que ela usa como dicionário pessoal. Nele, ela escreve palavras novas, seu significados e uma frase de exemplo, com o objetivo de ampliar seu vocabulário e usá-las quando necessário. No início de todos os capítulos, há uma palavra, com sua frase fazendo referência aos acontecimentos. Além disso, no final, há uma seleção de vários vocábulos retirados do diário em datas diferentes, servindo assim de epílogo para a história, pois para cada termo o leitor consegue identificar o aconteceu após o término da narrativa.

A série Agentes da Coroa iniciou muito bem e tenho certeza que vai agradar até os leitores mais exigentes. Sendo assim, deixo aqui minha recomendação a todos. Espero que gostem tanto quanto eu.


4 comentários

  1. Eu também curti bastante a leitura desse livro, mas costumo gostar da Julia Quinn.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  2. Oie
    ja vi muitas resenhas desse livro e todas conseguiram me convencer bem apesar de ser um gênero que não curto muito, mesmo assim, muito legal o enredo e sempre ouço falar absurdos bem desse autora, parabéns pela resenha

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu não diria que sou uma leitora exigente, porém não leio romancede de época, mas fiquei curiosa por você mencionar que agrada os exigentes hehehehe
    Gostei também do fato dos personagens serem os mais reais possíveis.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  4. A ideia do caderno da personagem eu achei interessante, quando criança eu fazia algo do tipo kkk. Quanto a obra, apesar de seus elogios eu não leria, sei lá, não me chama a atenção acho que não é muito minha vibe não =/

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem-vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!