Resenha: Tudo Junto e Misturado - Ann Brashares

07 janeiro 2018

Título: Tudo Junto e Misturado
Título original: The Whole Thing Together
Autora: Ann Brashares
Editora: Seguinte
Ano: 2017
Páginas: 336
Para saber mais: Skoob
Livro recebido em parceria com a editora.
Sinopse: Sasha e Ray sempre passam o verão na velha casa de férias da família. Desde pequenos, os dois dividiram muitas coisas — leram os mesmos livros, correram pela mesma praia, comeram pêssegos colhidos na mesma fazenda, tomaram café da manhã sentados à mesma mesa. Até dormiram na mesma cama, mas nunca ao mesmo tempo. Afinal, eles jamais se encontraram. O pai de Sasha um dia foi casado com a mãe de Ray, e juntos tiveram três filhas: Emma, Quinn e Mattie. Mas o casamento acabou, deixando para trás apenas rancor e ressentimentos. Os dois casaram de novo e formaram novas famílias, mas nenhuma delas pretende desistir da casa de praia, muito menos compartilhá-la. Até este verão. As vidas de Sasha e Ray estão prestes a se cruzar — e, com tudo junto e misturado, as famílias vão mudar para sempre.



Sobre o livro

Depois de um divórcio muito complicado, Lila e Robert, que tiveram, no período que ficaram juntos, três filhas, Emma, Quinn e Mattie, resolvem ficar com a casa na praia e dividi-la entre os dois. É claro que com o tempo ambos casam novamente, constituindo novas famílias, inclusive eles tiveram mais filhos. Lila, agora casada com Adam, teve um menino, o Ray; e Robert, agora casado com Evie, teve mais uma menina, a Sasha.

Assim, essas duas famílias intercalam, no verão, as semanas na casa da praia. Com isso, Ray e Sasha cresceram dividindo, além das irmãs, o mesmo quarto nessa casa. Porém, mesmo brincando com os mesmos brinquedos e lendo os mesmos livros, eles nunca se viram, contudo nesse verão parece que as coisas vão mudar.


Minha opinião

Quando eu li a sinopse do livro e vi que o assunto era família, eu me interessei na hora, contudo acreditava que o foco do livro ia ser um possível romance entre os dois personagens. Mas me enganei e fui surpreendida positivamente, pois a relação deles (sem romance) serve como base para uma problemática muito mais profunda sobre relações familiares.

A narrativa em terceira pessoa tem o foco intercalado entre algumas personagens, assim, além de acompanhar o que acontece com eles, conseguimos conhecer melhor as duas famílias. A escrita de Ann Brashares é leve, envolvente e, em determinado momento, profunda. O início do livro tem um tom mais divertido que vai mudando conforme a leitura avança.

O livro segue um ritmo e uma linha até que um acontecimento muda tudo. Mudou inclusive a minha visão sobre o livro, os acontecimentos e todo que estava sendo apresentado até então. Eu até tinha pensando em um determinado momento que a leitura estava meio morna e eu não estava vendo um propósito no livro, mas esse acontecimento totalmente inesperado mexeu muito comigo, inclusive, para mim, a narrativa tomou um tom um tanto dramático. A partir disso, eu chorei quase todo o tempo que terminava a leitura e refleti muito sobre tudo que li e lia.


O assunto família é sempre muito delicado, pois há todo o tipo de família. Mas a leitura me fez refletir muito sobre as relações que temos com cada integrante de nossas famílias, as magoas, os conflitos, as disputas que envolvem o ambiente familiar. Mas a autora mostra a importância do perdão e como aqueles momentos felizes e gostosos que passamos juntos são especiais.

Gostei muito da construção dos personagens, a autora desenvolveu, tanto os protagonistas quanto os secundários, com calma, e todos os personalidades foram bem explorados. Cada qual tem seu jeito único e seus problemas dentro desse quadro familiar. Os cinco filhos dessa história me cativaram, contudo meu sentimento em relação aos país, Lila e Robert, não foram os mesmos, eu tive dificuldade de entender o jeito e as decisões deles, mesmo depois de conhecer o porquê por trás disso.

Ann Brasheres me surpreendeu com a sensibilidade de sua escrita, mostrando como a relação familiar tem peso em nossa vida. A leitura de Tudo Junto e Misturado proporcionou-me um misto de sentimentos e aos poucos ganhou-me. Leitura indicada!


9 comentários

  1. Esse livro parece ser aqueles de sessão da tarde, onde ficam disputando as casas hauauahaua fiquei bem interessada em ler o livro menina, então sei que seria uma ótima pedida também e me tiraria de uma ressaca literária daquelas.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Tudo bom?
    Nossa esse livro parece se maravilhoso, com uma evolução bacana.
    Fiquei curiosa para saber os detalhes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro da Editora Seguinte, também não conhecia a autora. Gostei da sua resenha, adorei a capa, parece ser uma leitura leve, vou anotar a sua dica e pesquisar mais sobre o livro.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Oie
    nossa, eu quero demais esse livro desde que vi o lançamento, parece ser realmente uma historia sensível como vc falou e com certeza ja esta na lista ainda mais depois dessa sua resenha que me deioxu bem intrigada, adorei o tema que a leitura retrata

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Essa capa é linda, não fazia ideia de que o livro tinha uma trama familiar. Mas fiquei com muita vontade de ler!
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Família realmente é um tema delicado, ainda mais envolvendo filhos desse jeito. Acho que eu também acharia tudo bem emocionante. Gostei de como não precisou ter um relacionamento romântico para o livro funcionar.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  7. Oi Lê,
    Fiquei sabendo desse livro durante a Bienal do Rio do anos passado. Achei a capa bem interessante, mas fiquei na dúvida se iria gostar da história. Sua resenha tirou algumas dúvidas que tinha a respeito da história. Também achei que seria um romance entre Ray e Sasha. Valou por sanar essa dúvida. Dica anotada.
    Beijos,
    André | Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  8. As relações familiares são sempre complicadas e intensas, tanto positivo quanto negativamente, com tua resenha e sobre o fato ocorrido eu fiquei curiosa sobre esse livro, deu vontade de ler pra ver de qualé sabe? kkk

    ResponderExcluir
  9. Olá, quando ouvi falar dessa obra pela primeira vez, já fiquei interessada. Parece ser uma ótima leitura...gosto da temática central, é bem cotidiana.

    Abraços

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem-vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!