Resenha: A Casa do Lago - Kate Morton

22 fevereiro 2018

Título: A Casa do Lago
Título original: The Lake House
Autora: Kate Morton
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Páginas: 464
Para saber mais: Skoob
Livro recebido em parceria com a editora.
Sinopse: A asa da família Edevane está pronta para a aguardada festa do solstício de 1933. Alice, uma jovem e promissora escritora, tem ainda mais motivos para comemorar: ela não só criou um desfecho surpreendente para seu primeiro livro como está secretamente apaixonada. Porém, à meia-noite, enquanto os fogos de artifício iluminam o céu, os Edevanes sofrem uma perda devastadora que os leva a deixar a mansão para sempre. Setenta anos depois, após um caso problemático, a detetive Sadie Sparrow é obrigada a tirar uma licença e se retira para o chalé do avô na Cornualha. Certo dia, ela se depara com uma casa abandonada rodeada por um bosque e descobre a história de um bebê que desapareceu sem deixar rastros. A investigação fará com que seu caminho se encontre com o de uma famosa escritora policial. Já uma senhora, Alice Edevane trama a vida de forma tão perfeita quanto seus livros, até que a detetive surge para fazer perguntas sobre o seu passado, procurando desencavar uma complexa rede de segredos de que Alice sempre tentou fugir.



Sobre o livro

Em 1933, a família Edevane oferece, assim como todo ano, uma festa para comemorar o solstício. Na manhã após a comemoração, algo terrível acontece: Theo, o filho mais novo de apenas onze meses, não está no seu quarto nem em lugar nenhum da casa ou das redondezas. Mesmo depois de muito tempo, a investigação não consegue descobrir o que aconteceu com o caçula da família, o que deixa os Edevane abalados e numa tristeza profunda.

70 anos depois, em 2003, a detetive Sadie é afastada do trabalho depois de envolver-se emocionalmente no seu último caso. Assim, ela aproveita suas férias forçadas para visitar o avô e passar uns dias na casa dele na Cornualha. Em uma de suas corridas matinais, ela descobre uma antiga casa que está abandonada. A beleza da casa e o estado no qual ela encontra-se desperta em Sadie uma grande curiosidade, assim ela vai atrás de informações sobre a família que morava ali. É assim que fica sabendo sobre o acontecimento que levou os Edevanes a deixarem a mansão, seu instinto de detetive fala mais alto e ela começa uma investigação para descobrir a verdade por trás do estranho sumiço de Theo, o que leva ela direto para Alice Edevane, uma famosa escritora de romance policial.


Minha opinião

A característica mais marcante do livro é sem dúvidas a construção dos personagens, todos eles são bem desenvolvidos e aprofundados. A autora foi entregando as informações sobre eles aos poucos, e assim eu ia formando a personalidade de cada personagem.

A escrita de Kate Morton é densa, e devido a isso a leitura é mais lenta, porém envolvente. Os capítulos são narrados por diversos personagens, e a narrativa em terceira pessoa vai ter como foco duas épocas diferente: em 1933, vamos acompanhar não somente o sumiço do filho caçula, mas também toda a investigação e o dia a dia da família após o ocorrido. Além disso, datas esporádicas, de antes e depois desse ano, mostram mais fatos sobre os membros da família. Em 2003, Vamos descobrir os motivos que fizeram Sadie ser dispensada da polícia por um tempo e acompanhar a investigação dela sobre o caso de Theo, assim aos poucos a verdade sobre o sumiço será revelada.


Seria errado dizer que eles se apaixonaram nas semanas seguintes, pois já estavam apaixonados no primeiro dia.


Eu não sei explicar se a culpa pelo meu desinteresse pelo livro foi a escrita da autora, os capítulos interligados ou se foi a própria trama em si. Ora eu estava gostando do livro, ora não. Foi difícil que me tomou tempo, pois eu demorei para concluí-la. Mas preciso confessar que achei toda a trama muito bem elaborada e apresentada. Enquanto juntava os acontecimentos do passado com os descobertas do presente, eu criava teorias, e quando a verdade foi finalmente revelada, eu me surpreendi, mas um detalhe fez com que eu não gostasse do final.

A Caso do Lago é um suspense maduro e denso, com uma trama bem elaborada sobre os segredos envolvendo uma família. Para quem gosta de suspenses com dramas familiares e muitos detalhes vai adorar essa visita à Cornualha! 


5 comentários

  1. Olá, tudo bem?
    A capa do livro é linda e a premissa é super interessante, pena que faltou algo pra ti. Esse livro está na minha lista de desejos, porque realmente me deixou curiosa.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Acho que o mais surpreendente é esse livro ser suspense! A capa não transmite nada disso rs
    Não curto tanto histórias que alternam passado e presente, são poucos autores que conseguem escrever algo assim que me interesse. Por outro lado gosto de uma boa construção de personagens, ao menos me faz ficar mais ligada na história!

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  3. Oie
    bom saber que é uma leitura mais densa assim se eu ler já sei o que esperar, eu amo livros que retratam coisas mais familiares então com certeza me chamou atenção o livro e espero com certeza poder ler se tiver oportunidade, bela resenha

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Eu acho essa capa muito bonita e charmosa, a Editora Arqueiro caprichou no projeto gráfico. Eu já li diversas resenhas sobre "Casa do Lago" e tenho curiosidade em ler esse livro. A sua resenha ficou muito boa, parabéns!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. oiii esse livro parece ser realmente muito bom ainda mais por se tratar de um suspense. bjs

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem-vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!