Resenha: Cartas Secretas Jamais Enviadas - Org. Emily Trunko

24 maio 2018

Título: Cartas Secretas Jamais Enviadas
Título original: Dear My Blank: Secret Letters Never Sent
Autora: Emily Trunko (Organização)
Editora: Seguinte
Ano: 2018
Páginas: 200
Para saber mais: Skoob
Livro recebido em parceria com a autora.
Sinopse: Você já desejou poder voltar no tempo e dar conselhos para si mesmo? Já quis ter coragem de falar como é forte o amor que sente por alguém? Alguma vez já se perguntou por que uma pessoa importante na sua vida parou de falar com você? A partir de contribuições anônimas, Emily Trunko reuniu nesta coletânea cartas que revelam segredos profundos de quem as escreveu. Afinal, muitas vezes o único jeito de lidar com nossos sentimentos mais intensos — seja um amor incondicional ou uma perda irreparável — é botando tudo no papel. A leitura destas cartas nos permite mergulhar na vida de seus remetentes e, ao mesmo tempo, redescobrir nossa própria história e perceber que, mesmo nos piores momentos, não estamos sozinhos.



Sobre o livro

O livro é composto por um compilado de cartas mandadas para o tumblr Dear My Blank, um projeto criado em 2015 por Emily Trunko, de apenas 15 anos, que queria saber se mais alguém fazia aquilo além dela. O site reúne cartas anônimas nunca enviadas aos seus destinatários e fez tanto sucesso que cresceu rapidamente. As pessoas usam essa ferramenta para expressar sentimentos que tinham tentado enterrar, confessar paixões, aceitar o fim de um relacionamento ou a morte de alguém. No fim, o projeto pessoal de Emily acabou se tornando uma comunidade de apoio.


Minha opinião

Fiquei animadíssima com a ideia do livro assim que fiquei sabendo dele, eu amo a ideia de ler coisas de outras pessoas sem saber de fato as histórias e imaginar o que poderia ter acontecido. É por isso que eu amo livros de sebo, volta e meia você pode encontrar alguma marcação ou anotações e você tem uma abertura para a vida daquela pessoa que você nem conhece. Acho lindo quando nós colocamos um pouco de nós nas leituras que fazemos.

Quando peguei esse livro na mão, eu sabia que estava segurando algo precioso, histórias pendentes descritas de forma explícita ou implícita que mostravam nuances daquelas pessoas. O livro é separado de acordo com o tema que as cartas possuem: Amor, Amigos, Família, Coração Partido, Traição, Perda entre outros. Li o livro em um dia só e ele me tocou de forma significativa. É quase impossível não se identificar mesmo que sutilmente com alguma situação contada... são tantos assuntos e tantas histórias!


Isso me faz pensar em como nós humanos somos tão diferentes e tão iguais ao mesmo tempo. Gosto de pensar que a única diferença real que existe entre nós são os níveis de interpretação que temos com tudo que vivemos. Porque apesar das diferenças regionais, financeiras e tantas outras, nós humanos somos seres extremamente emocionais e nossa pior dor não é a física. Tanto que passamos nossa vida inteira presos em diversos problemas emocionais e mesmo quando tudo está bem, nós vamos lá e criamos um novo problema.

Mas o objetivo real desse livro, além de nos mostrar que não estamos sozinhos ao se sentir de certa forma, é que a melhor coisa que podemos fazer é nos libertar de sentimentos que nos trazem para baixo. Assim como Emily, eu acredito que escrever seus sentimentos e extravasar nossas dores e preocupações é uma forma ótima de tirar tudo do peito e conseguir flutuar com mais leveza. No fim do livro recebemos o convite para mandar nossas próprias cartas para o site ou mesmo escrever no próprio livro. Coisa que eu vou fazer, com certeza.


2 comentários

  1. Aaaah! Amei a ideia das cartas, ainda mais por se tratarem de cartas não publicadas, verdadeiras e carregadas por sentimentos! Dá para criar hipóteses diversas sobre as cartas e o que as motivou, todos os acontecimentos e vivências implícitas nelas! Simplesmente quero ler esse livro e sentir cada sentimento!

    ResponderExcluir
  2. Lembro que estava na livraria quando vi o livro Últimas Mensagens Recebidas e resolvi dar uma folheada nele. Acabei ficando meio triste por causa de algumas mensagens. Foi então que vi o lançamento de Cartas Secretas Jamais Enviadas e ouvi sobre ele no Clube do Livro que pensei o quão legal seria realizar essa leitura. Acho que é exatamente o que você disse, nós, seres humanos, somos tão diferentes e tão iguais ao mesmo tempo. E esse livro ele é tão humano, tão verdadeiro, tão regado de sentimentos que quando lemos acabamos nos identificando ou imaginando o que aconteceu com aquelas pessoas mais a fundo. Eu ainda não li o livro, mas vi várias partes dele no Instagram e fiquei comovida. E pensar que uma menina tão jovem que teve essa ideia para o Tumblr dela é realmente inspirador.

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem-vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!