Resenha - Operação Red Sparrow - Jason Matthews

15 agosto 2018

Título: Operação Red Sparrow
Título original: Red Sparrow
Autor: Jason Matthews
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Páginas: 452
Para saber mais: Skoob
Livro recebido de cortesia da editora.
Sinopse: Desde pequena, o sonho de Dominika Egorova era fazer parte do Bolshoi, o balé mais importante da Rússia. Após ser vítima de uma sabotagem, porém, ela vê sua promissora carreira se encerrar de forma abrupta. Logo em seguida, mais um golpe: a morte inesperada do pai, seu melhor amigo. Desnorteada, Dominika cede à pressão do tio, vice-diretor do serviço secreto da Rússia, o SVR, e entra para a organização. Pouco tempo depois, é mandada à Escola de Pardais, um instituto onde homens e mulheres aprendem técnicas de sedução para fins de espionagem. Em seus primeiros meses como pardal, ela recebe uma importante missão: conquistar o americano Nathaniel Nash, um jovem agente da CIA, responsável por um dos mais influentes informantes russos que a agência já teve. O objetivo é fazê-lo revelar a identidade do traidor, que pertence ao alto escalão do SVR. Logo Dominika e Nate entram num duelo de inteligência e táticas operacionais, apimentado pela atração irresistível que sentem um pelo outro.

Sobre o livro

Dominica Egorova era um talentosa dançarina de ballet que viu sua carreira escorrer pelo ralo quando uma colega de equipe, motivada pela inveja, fez com que seu namorado quebrasse a perna de Dominica em um treinamento. Desolada e sem saber o que fazer da vida, ainda perde seu pai em meio a esse caos, é nesse momento que seu tio Vanya Egorov aparece com uma proposta de trabalho para ela. A missão era encontrar-se com um homem e conhecê-lo melhor, contudo o que ela não sabia era que isso mudaria sua vida.

Logo depois desse trabalho, ela é informada de uma nova missão, mas para completá-la precisará frequentar a escola de pardais, um local onde se aprende tudo sobre a jogo da sedução e sobre como satisfazer desejos e se torna uma agente do SVR.

Sua nova missão é conhecer e se aproximar do agente especial da CIA Nathaniel Nash, para descobrir quem é o traidor que passa informações há 3 anos para ele. No primeiro contato, ela percebe que ele não é como os outros agentes, ele passa segurança para ela. Assim, ela começa a se questionar sobre quem realmente são os homens do bem nessa história toda.


Minha opinião

Quando assisti ao trailer do filme, fiquei muito interessado sobre a história, sempre me chamou atenção coisas sobre serviço de inteligência, espionagem, mas eu nem pensava em ler o livro. Logo que comecei o livro, achei que seria uma leitura pesada, levando em consideração o tamanho da fonte e a diagramação do livro, mas pouco a pouco eu fui notando que a leitura fluía muito bem e que os personagens me envolviam cada vez mais. 

Toda a trama gira em torno de Nate e Dominica, mas na minha opinião, o personagem mais bem desenvolvido é ela. A habilidade de ver a aura das pessoas, que é mostrada desde o início é o que faz ela evoluir tanto ao longo da história. De uma simples dançarina, que tem a carreira destruída pela inveja, à uma agente especial sedutora e altamente treinada disposta a fazer qualquer coisa para alcançar seu objetivo. Ao contrário de Nate, que na minha opinião, é um personagem que não se desenvolve muito ao longo da história, seus objetivos e seus ideais não mudam muito, apenas tem um pequeno desfoque pelo desejo entre ele e Dominica.

O que lhe ensinariam naquela escola pertencia apenas ao âmbito físico. Não importava o que a obrigassem a fazer, ninguém conseguiria atingi-la no espírito.

A narrativa em terceira pessoa tem o como principal foco Nate Nash e Dominica Egorova, em determinados capítulos o foco é o agente da Cia, já em outros o foco é a agente do SVR. Isso tornou a leitura mais dinâmica e menos cansativa, porque às vezes cada um estava em um país diferente, em alguma missão diferente. Também teve capítulos em que o foco foi o/a informante “Swan” e sua caminhada até se tornar um dos principais personagens da trama. Achei muito legal que a cada início de capítulo uma receita que foi citada ou comida por algum personagem no capítulo anterior era descrita passo a passo.

Quando terminei o livro meu primeiro pensamento foi que deveria ter uma continuação, pois o autor tinha deixado um gancho. então descobri que já existe uma continuação para a história, mas que ainda não foi publicada no Brasil. Fiquei feliz com essa descoberta e aguardo ansiosamente esse lançamento.

Operação Red Sparrow  me surpreendeu com uma trama política bem elaborada, que conta com bastante ação, uma pitada de romance e muitas conspirações em torno das nações da Guerra Fria (EUA e Rússia). Recentemente o livro ganhou um filme, que na minha opinião, deixou de lado algumas coisas que o livro detalhava e que não tinham tanta e importância o que tornou, na minha opinião, pela primeira vez uma adaptação melhor que um livro.


2 comentários

  1. Oi, Gui,

    Espionagem é um assunto que há muito o que ser explorado, e etando muita coisa em jogo na vida da Dominika, é sua escolha que poderá mudar o percurso da mesma.

    Enfim, quero muito lê-lo. Tô com altas expectativas!

    ResponderExcluir
  2. É um livro que eu gostaria muito de ler. O enredo é interessante e já fico ansioso para desvendar esse mistério junto com Dominica as respostas para suas dúvidas. Ainda não vi o trailer do filme. Quanto ao gancho para o próximo volume, tomara que o livro saia logo no Brasil, pois fico ansioso demais com finais assim.

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem-vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!