Resenha: Eu Terei Sumido na Escuridão - Michele McNamara

13 setembro 2018

Título: Eu Terei Sumido na Escuridão
Título original: I'll Be Gone in The Dark
Autora: Michele McNamara
Editora: Vestígio
Ano: 2018
Páginas: 352
Para saber mais: Skoob
Livro recebido em parceria com a editora.
Sinopse: Por mais de dez anos, um criminoso sexual misterioso e brutal violentou cinquenta pessoas no norte da Califórnia antes de se transferir para o sul, onde cometeu dez assassinatos perversos. Em 1986, desapareceu, evitando sua captura por 30 anos. Ao longo dessas três décadas, Michelle McNamara, uma jornalista investigativa que criou o popular website TrueCrimeDiary.com, se dedicou ao caso, determinada a encontrar o psicopata cruel que ela chamava de “Golden State Killer”, ou “Assassino do Estado Dourado”. Michelle se debruçou sobre relatórios policiais, entrevistou vítimas e mergulhou em comunidades online de pessoas tão obcecadas com o caso quanto ela. Sua investigação resultou em Eu terei sumido na escuridão, uma verdadeira obra-prima que apresenta um retrato emocional de um período da história americana e uma narrativa arrepiante sobre a obstinação de uma mulher em sua busca incansável pela verdade.


O psicopata Assassino do Estado Dourado, também conhecido como Perseguidor Noturno, agiu durante 10 anos (1976 a 1986), em vários condados da Califórnia. Ele estuprou mais de 40 mulheres e matou mais de 10 pessoas nesse período. Somente no início deste ano, o FBI conseguiu ligar o DNA a Jospeh James DeAngelo, de 72 anos, que agora, depois de ficar livre por 40 anos, finalmente foi preso.

Eu gosto muito de livros com psicopatas, contudo nunca tinha lido nada que abordasse o assunto de forma real. Por esse motivo achei interessante este livro, que mostra como um criminoso sexual que realmente existiu, o Golden State Killer, agiu no período que cometeu seus crimes. Assim eu podia fazer um comparativo com os livros que leio, além de ver como funciona toda o sistema de investigação de algo que durou tanto tempo.



Mas tudo que li até agora não me preparou para o que encontrei nas páginas da obra. É claro que foi tudo “parecido” com o que é mostrando em livros de ficção que abordam o mesmo assunto, contudo ler os relatos de como tudo aconteceu e de como o assassino agia, me causou repulsa e estranhamento. Em muitos momentos eu tive que parar a leitura, pois saber que aquilo realmente tinha acontecido, me assustava, me dava medo. Eu fico com esses mesmos sentimentos quando leio outras obras, mas aqui foi tudo mais intenso.


A escrita de Michele é muito crua e detalhada, ela vai direto ao ponto e não esconde nada, contudo ela consegue ao mesmo tempo que apresenta algo cruel, trazer algo, em seguida, para aliviar a tensão do que foi contato. Quando eu não estava lendo as descrições dos abusos, a leitura fluía muito tranquilamente. O que mais me chocou durante a leitura, além é claro dos relatos detalhados dos abusos, foi a parte na qual policiais relatam como, em muitos momentos, eles estiveram perto de pegar o agressor, contudo ele sempre conseguia fugir. Eu fiquei tão indignada lendo, que parecia como se eu não soubesse o final da história, eu discutia com o policial em questão e torcia para que ele alcançasse o abusador.


O livro é dividido em três partes. Cada uma delas com um foco diferente. Na primeira, há relatos de como eram os abusos e de como ele entrou em cada casa. Inclui também a descrição dos assassinatos cometidos por ele, pois na maioria dos casos ele cometia o estupro e ia em bora, deixando a vítima presa. A segunda parte é focada na investigação de Michele, ela conta como começou tudo e como fez para conseguir todas as informações com as polícias. Já na terceira parte, encontramos vozes diferentes, aqui os dois detetives que ajudaram Michele durante todos os anos em que ela colheu informações, pois a autora morreu em 2016, relatam os últimos acontecimentos para finalmente chegarem ao psicopata. Além disso há fotos de Michele e das vítimas, mapas e retratos falados da época.

Eu não sou a mesma depois da leitura deste livro, assim como todos os livros que abordam o assuntou, Eu Terei Sumido na Escuridão é um alerta que mostra que nem mesmo fechadas dentro de casa estamos seguras. O livro é um material muito rico sobre investigação e o poder de nunca desistir. Recomendo para quem gosta do assunto!



5 comentários

  1. Oi, Lê,

    Esse é um livro que me intriga muito, por conter e transparecer muita veracidade.

    É lamentável que a autora tenha morrido sem fazer todo o desvendamento do caso, pois com certeza seria um grande marco.

    ResponderExcluir
  2. Embora eu goste de ler livros sobre este assunto, confesso que esta resenha me deixou arrepiada de medo mas mesmo assim intrigada para ler este livro. Gosto de ler livros sobre psicopatas, O Alienista de Caleb Carr é o meu preferido, mas nunca li um baseado em fatos reais.
    Abraços!

    www.vancarlos.com

    ResponderExcluir
  3. Eu não conhecia o livro, mas imagino que seja assustador. Isso porque se tratando de um caso real e tendo acesso a tantos detalhes acabamos nos sentindo frágeis e percebendo que as vítimas eram pessoas comuns como nós. A divisão do livro é muito interessante e toda a concepção e desenvolvimento para juntar todos os detalhes foi muito bem realizado pela autora. Que pena ela ter falecido em 2016.

    Evandro

    ResponderExcluir
  4. O livro parece cheio de detalhes. Nem consigo imaginar como deve ter sido difícil ler os relatos. Acho que uma das coisas que causa mais revolta é saber que ele ficou solto por quarenta anos, cometendo vários outros crimes, isso é muito triste. Não é uma leitura que eu faria. Acho que iria me deixar muito pesada. Com uma tristeza e revolta muito grande.

    ResponderExcluir
  5. Achei que o livro fosse na are de ficção mas na verdade era só a reunião de um conjunto de estudos sobre o caso tipo livro A Arte do acaso da editora intrínseca que é um estudo sobre o roubo que teve em um grande Museu Nacional mas realmente não é um genero que eu leria. Esse livro não é minha praia

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem-vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!