Resenha: Deuses Caídos - Gabriel Tennyson

21 outubro 2018

Título: Deuses Caídos 
Autor: Gabriel Tennyson
Editora: Suma
Ano: 2018
Páginas: 300
Para saber mais: Skoob
Livro recebido em parceria com a editora.
Sinopse: Um serial killer com poderes paranormais está assassinando evangelistas famosos — e os vídeos de cada um deles sendo torturados ganham cada vez mais público na internet. O assassino se proclama o novo messias, e os pecadores devem temer sua justiça. O que a Sociedade de São Tomé teme, no entanto, é que ele acabe com o trabalho de séculos de manter o sobrenatural bem afastado da consciência da população, embora seres mágicos povoem o submundo da cidade. Para garantir que o assassino seja capturado e o máximo de discrição mantida, a Sociedade convoca Judas Cipriano — um padre indisciplinado, descendente de são Cipriano e herdeiro de alguns poderes celestiais. Veterano nesse tipo de caso, o padre é enviado para trabalhar como consultor da Polícia Civil e fica responsável por apresentar à jovem inspetora Júlia Abdemi o lado místico da cidade. Para resolver o caso — e sobreviver —, os dois precisarão de toda ajuda que puderem encontrar... O que inclui se unir a uma súcubo imortal, um dragão chinês traficante de armas mágicas e um gárgula que é a síntese da sociedade carioca.



Sobre o livro

Judas Cipriano é um padre com poderes celestiais. Ele trabalha para uma sociedade secreta que pertence à Igreja, chamada de São Tomé. Depois que um serial killer começa a se autodeclarar o novo messias e a postar no Youtube vídeos torturando evangelistas, enquanto fala como eles são pecadores, até que os expectadores decidam, com likes e deslikes, se a vítima morre ou não, Cipriano é chamado para um novo trabalho.

Assim, ele terá que ajudar a investigadora Júlia Abdemi a resolver esse misterioso caso, pois algumas informações sobre esse psicopata devem ficar longe do público. Além disso, a policial também tem um lado que ela mantém em segredo. Então, os dois se unem para descobrir quem é o autor dos videos e o que está por trás desses crimes.


Foto Twitter Suma

Minha opinião

Mais uma vez a capa, a sinopse e o burburinho envolvendo um livro chamam a minha atenção. Mas o resultado dessa leitura não foi nada positivo, pois infelizmente eu não gostei do que encontrei em Deuses Caídos. Meu desgosto com a obra vai do modo como os diálogos foram construídos até o modo como os personagens foram apresentados.

Vamos começar falando de uma parte muito relevante nessa leitura, a narrativa. A história não é leve, Gabriel usa uma escrita abrasileirada, pois o livro se passa no Rio de Janeiro, o linguajar é pesado, com diálogos cheios de gírias e palavrões, tudo isso focado no povo carioca. Muitas cenas foram feitas com a intenção de chocar o leitor, então ele abusa das descrições dos crimes e dos momentos com teor sexual, contudo esse excesso deixou a história pouco interessante e sem credulidade.

Apesar de ser um inimigo poderoso, Cipriano percebeu que um detalhe havia escapado de Samuel. Ele era metade anjo. E quando um pecador clamava por Deus, os anjos dobravam os joelhos diante do homem.

Assim entramos nos personagens: Judas é um padre um pouco diferente, além de ter sangue celestial, ele gosta de travestis, o que não seria um problema se o autor mostrasse isso de uma maneira mais natural, porém tudo parece muito forçado. Sem falar que Judas é pouco carismático. Essa falta de carisma também persegue Júlia, que tem uma peculiaridade bem interessante, contudo sua descrença no que ela vai descobrindo sobre o caso dos vídeos do Youtube enfraquece sua personalidade. 

Gabriel faz uma mistura de religiões e crenças na história, o que é uma premissa muito interessante se não fosse, novamente, o modo como tudo é apresentado. Parece que ele simplesmente vai inserindo entidades e figuras mitológicas, como anjo, golem, fada do dente, entre outros seres, conforme a necessidade de seu enredo. Por isso, alguns pontos ficaram sem sentido para mim.

Eu não consigo ver um publico alvo para o livro, para mim ele não é nem terror, nem suspense, mas há muito de sobrenatural e fantástico. Então, de repente, quem curti desses elementos, pode gostar do livro. Caso você vá ler Deuses Caídos, não esqueça: leia de mente aberta. 


4 comentários

  1. Oi Lê.
    Parece que esse livro não vai agradar a todos.
    Eu não iria gostar muito, pois não gosto de narrativas com muitos palavrões e gírias. Sem contar com as muitas cenas com alto teor sexual.
    E além de tudo isso, a aparição das entidades não parece acrescentar nada a trama e sim deixar o leitor confuso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Realmente a capa chama muita atenção. Logo na sinopse achei o livro meio estranho, já não compraria daí.
    Infelizmente com diálogos pesados a leitura fica cansativa para mim. Tropa de elite foi um exemplo, comecei a ler 4 vezes e nunca terminei. Cheguei a desistir e vendi. O livro é bem pesado e não faz muito meu estilo. Além de ter essas aparições nada a ver com nada.
    Não me interessei mesmo! Meu tempo está tão curto para leitura que não pretendo nem dar chance.

    ResponderExcluir
  3. Já tinha visto resenha deste livro. Particularmente, achei a capa bem feia e a sinopse muito loca haha. Não me interessou muito e pelo visto não parece ser bem construído mesmo, uma pena!

    ResponderExcluir
  4. Quando eu vi a capa do livro estava esperando uma fantasia cheia de seres mitológicos e heróis grandiosos, mas jamais podia esperar algo relacionado à religião ou a um assassino serial. Eu gosto muito do tema, então já tenho uma bagagem de leitura vasta sobre ele. O que me incomoda aqui, assim como aconteceu contigo, são os exageros que o autor comete, na tentativa de tornar a história o mais próxima da realidade possível, quando na verdade os efeitos disso são o oposto. Além disso, personagens sem carisma e elementos sem razão de ser dentro do enredo sempre acabam me desmotivando a continuar na leitura. Acho que o enredo tinha tudo pra ser uma grande história, mas não foi bem aproveitado.

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem-vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!