Resenha: O Fundo é Apenas o Começo - Neal Shusterman

31 outubro 2018

Título: O Fundo é Apenas o Começo
Título original: Challenger Deep
Autor: Neal Shusterman
Editora: Valentina
Ano: 2018
Páginas: 272
Para saber mais: Skoob
Livro recebido em parceria com a editora.
Sinopse: Uma poderosa jornada da mente humana, um mergulho profundo nas águas da doença mental. CADEN BOSCH está a bordo de um navio que ruma ao ponto mais remoto da Terra: Challenger Deep, uma depressão marinha situada a sudoeste da Fossa das Marianas. CADEN BOSCH é um aluno brilhante do ensino médio, cujos amigos estão começando a notar seu comportamento estranho. CADEN BOSCH é designado o artista de plantão do navio, para documentar a viagem com desenhos. CADEN BOSCH finge entrar para a equipe de corrida da escola, mas na verdade passa os dias caminhando quilômetros, absorto em pensamentos. CADEN BOSCH está dividido entre sua lealdade ao capitão e a tentação de se amotinar. CADEN BOSCH está dilacerado.




Sobre o Livro

Caden Bosch tem 15 anos, é considerado um bom aluno e um adolescente normal. Contudo faz um tempo que está vivendo um tormento em sua escola, ele tem certeza que alguém quer matá-lo. Sendo assim, Caden começa a agir de forma estranha tanto na escola quanto em casa, e ao conversar com sua família sobre essa sua impressão, ele não consegue explicar o motivo de ter esses pensamentos e sentimentos. Então, decide entrar para a equipe de corrida da escola, contudo Caden não participa de nenhuma corrida, mas sim anda pelo bairro durante horas, enquanto sua cabeça fica cheia desses pensamentos que o atormentam.

Depois de um tempo, sua família mostra preocupação, e Caden é hospitalizado. No local, enquanto tenta se adaptar aos remédios e a nova rotina, ele tem que saber lidar com a "outra vida" que ele leva, já que ele faz parte de uma tripulação de um navio pirada. Em viagem exploratória ao ponto mais profundo da Terra, Challenger Deep, o capitão e seu papagaio estão em lados opostos. Assim, cabe a Caden decidir que lado tomar.


Minha opinião

Neal Shusterman é um autor muito conhecido por duas distopias publicadas no Brasil. Ano passado, eu tive o prazer de conhecer a escrita do autor através de O Ceifador. Por isso, quando vi esse livro e que a temática seria focada em algo mais juvenil, quis conferir o que o autor iria apresentar. Eu não sabia qual seria a temática principal da história, sendo assim, foi com certeza uma bela surpresa quando me deparei com uma trama focada na mente de um adolescente com problemas mentais.

O autor apresenta uma narrativa totalmente diferente do que já li. A narrativa começa confusa, não consegui entender no início o que está acontecendo, e somente após o avanço da leitura que compreendi o objetivo de Shusterman. A ideia de apresentar as duas realidades presentes na mente de Caden é o ponto alto desse livro, e quando compreendi isso, vi como ficou perfeito essa confusão inicial, pois com certeza é assim que o protagonista se sente também! Esse elemento me fez sentir uma empatia muito grande pelo protagonista e transformou a minha leitura em algo muito real. Após concluir o livro, pensei muito em pessoas que sofrem de doenças mentais, vejo elas agora com outros olhos.


As vozes não podem ser reais, mas são muito boas em fazer com que você se esqueça disso.

Caden é um personagem peculiar. Estamos ora acompanhando sua vida normal, ora acompanhando sua mente no navio. No inicio tudo é confuso, mas com o avanço da leitura eu sabia até qual personagem na vida real tinha uma representação dentro do navio. Essa identificação é muito importante, pois ajuda muito a compreender e a relacionar as duas realidades do personagem.


Um assunto bem importante abordado pelo autor e que também me abriu os olhos foi a dificuldade do diagnóstico quando a doença envolve a mente humana. Além disso, Neal apresenta as dificuldades dos tratamentos e como cada paciente deve ser visto como único, pois nem todos os sintomas são iguais para todos. A importância da família também foi destaque, que apesar de não conhecermos diretamente o que se passa na cabeça dos familiares de Caden, o autor conseguiu deixar o desconforto e a preocupação deles bem visível sempre que eles visitavam o menino.

Durante a leitura, há várias ilustrações, que inspiraram vários elementos da história. Todas foram feitas pelo filho do autor, Brendan Shusterman, que já sofreu muito por causa de uma doença mental. Saber disso me tocou muito e deixou a minha experiência de leitura mais bonita. Neal Shusterman fala sobre sua relação e experiencia com pessoas próximas que sofrem/sofreram de doenças mentais no fim do livro. Quando li essa parte toda a leitura fez mais sentido para mim.

O Fundo é Apenas o Começo surpreendeu-me por apresentar um assunto novo para mim, e logo me ganhar. O modo como a narrativa foi contada me tocou e me transformou! Um livro infantojuvenil diferente e muito sensível!


3 comentários

  1. Não tinha ouvido falar sobre este livro ainda, mas é um assunto bem atraente. A narrativa parece interessante já que mostra a confusão mental da mente do personagem, aparenta apresentar uma boa abordagem sobre o tema. Ótima indicação!

    ResponderExcluir
  2. Oi Lê.
    Ainda não li nada do autor, mas quero muito ler O ceifador e O fundo é apenas o começo.
    Gosto muito de histórias que tratam doenças mentais e achei extremamente brilhante o autor usar essas duas narrativas. Deve ser confuso ver como a mente de Caden funciona, mas ao mesmo tempo deve ser fascinante tentar entender.
    Espero ler o livro em breve e gostar tanto quanto você.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu não conheço a escrita do autor, mas só ouço elogios a seus livros, principalmente este em questão. O tema escolhido para ser abordado pelo autor é extremamente importante de ser trabalhado e a forma como ele decidiu transpor isso para o livro, usando as duas realidades do protagonista, ilustra a sensação ao leitor quase diretamente, tornando tudo mais intenso. Depois de saber que o próprio filho do autor sofria com problemas mentais o livro em si ganha outro significado. Com certeza é uma leitura que proporcionará diversas reflexões e até uma mudança na nossa maneira de ver o mundo e as pessoas.

    ResponderExcluir

Oi pessoa leitora, fico muito feliz com sua visita. Não esqueça de deixar um comentário me contando o que achou do post e do blog!

Dicas e opiniões são sempre bem-vindas!

Obrigada pela visita e volte SEMPRE!!